Ao vivo LIVE EFFIE AWARDS

Visão Geral: Regulamento, novidades e ficha de inscrição.

Com Marcelo Gomes, responsável pelo Effie Awards Brasil.

A-List: pela quinta vez, W+K é eleita agência do ano

Buscar

Comunicação

Publicidade

A-List: pela quinta vez, W+K é eleita agência do ano

Compilação anual do Ad Age dá o título de CMO do ano a Fernando Machado e coloca Gut como uma das agências que mais se destacaram no último ano

Isabella Lessa
22 de abril de 2020 - 12h00

Pelo terceiro ano consecutivo, a Wieden + Kennedy ocupa o posto de Agência do Ano no A-List. O ranking anual publicado pelo Ad Age destaca as agências que se destacaram ao longo do último ano, tanto por meio do trabalho criado para os clientes, quanto pela conquista de novos negócios.

A campanha “Dream Crazy”, criada pela W+K Portland para a Nike, primeiro cliente da história da agência, eleita Agência do Ano pelo A-List (Crédito: Divulgação)

E a W+K conseguiu o feito inédito de encabeçar a lista três vezes consecutivas – o Ad Age começou a publicar a lista de agências do ano em 1974. Fundada em Portland, nos EUA, a rede independente também foi agência do ano em 1992 e 2011, o maior número de vezes que uma agência recebeu o reconhecimento no A-List.

De acordo com a revista norte-americana, a Wieden conseguiu dobrar seus sucessos anteriores, provando que pode superar seus melhores trabalhos graças a parceiros criativos de longa data, ao mesmo tempo em que constrói algumas das marcas mais reconhecidas do planeta.

Uma dessas parcerias de longa data é a Nike, primeiro cliente da casa e para quem a agência criou campanhas como “Dream Crazy”, estrelada por Colin Kaepernick. Depois desse que foi um case muito premiado, a W+K desenvolveu “Dream Crazier”, que funcionava como um desdobramento da anterior, mas celebrava as mulheres no esporte.

No ano passado, a agência conquistou 21 novas contas, como Facebook, Fisher-Price e McDonald’s (e manteve no portfólio KFC, outra rede de fast food). Além disso, ampliou presença na Ford em Nova York depois de um projeto bem-sucedido. Hoje, a marca de automóveis é um dos maiores clientes da agência.

A receita global da W+K subiu 14,1% nos EUA e 8% globalmente. O ano de 2019 foi o segundo melhor da história da operação de Portland, enquanto o escritório nova-iorquino teve terceiro melhor ano consecutivo.

Brasileiros são destaque

Fernando Machado, CMO global do Burger King, eleito CMO do Ano pelo A-List (Crédito: Divulgação)

Fernando Machado, CMO global do Burger King e responsável pelo marketing de Popeyes e Tim Hortons nos EUA, recebeu o título de chefe de marketing do ano. Em 2014, quando o brasileiro ingressou na empresa, o marketing do Burger King se transformou: é daquele ano a campanha “Proud Whopper”, que comemorou a legalização do casamento gay.

Desde então, a rede de fast food tem se destacado pelo tom ousado e bem-humorado em sua comunicação – muitas das quais são provocações a seu principal rival, o McDonald’s.

O Ad Age destaca a parceria entre Machado e Anselmo Ramos, fundador da Gut, quando ambos estavam em empresas diferentes: Machado na Unilever e Anselmo na Ogilvy. Juntos, ganharam o Leão de Titanium por “Beauty Skecthes”, criado para Dove. A relação se solidificou com Ramos na David e Machado no Burger King. Hoje, a Gut atende Popeyes e Tim Hortons, outras duas marcas sob responsabilidade de Machado e que pertencem à mesma empresa-mãe do BK, a Restaurant Brands International.

Machado assumiu a Popeyes na América do Norte em 2019 e fez com que a rede tivesse aumento de 12,1% nas vendas. No começo deste ano, assumiu a Tim Hortons, que teve queda nas vendas no ano passado. Já o Burger King teve aumento de 3,4% em relação ao ano anterior.

Gastón Bigio e Anselmo Ramos (à esquerda e à direita, respectivamente, em primeiro plano) com o time da Gut São Paulo, comandado pela managing director Valéria Barone (sentada, à esquerda) e pelo CCO Bruno Brux (sentado entre Valéria e Anselmo) – (Crédito: Divulgação)

A Gut, fundada por Anselmo Ramos e Gastón Bigio, aparece entre as Agency Standouts do A-List. A publicação ressalta que, em menos de um ano, a operação independente passou a contar com uma equipe de 90 pessoas e conquistou negócios como AB InBev (no Brasil, a agência conquistou a conta da Skol, marca da Ambev), Philadelphia (marca de cream cheese da Kraft Heinz), Tim Hortons e Patagonia (cerveja).

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Fernando Machado

  • Gastón Bigio

  • Anselmo Ramos

  • Burger King

  • Wieden+Kennedy

  • GUT

  • Agência do Ano

  • ranking

  • A-List

  • Ad Age

  • a-list 2020

  • CMO do ano

  • agency standouts