Christian Rôças se torna CEO do Porta dos Fundos

Buscar

Acontece no meio

Publicidade

Christian Rôças se torna CEO do Porta dos Fundos

Com passagens por Facebook e Instagram, o executivo assume o lugar de Tereza Gonzalez, que passa a se dedicar totalmente ao Vis – Viacom International Studios


4 de novembro de 2019 - 19h08

Christian Rôças (Crédito: divulgação)

A Viacom Brasil apresenta Christian Rôças (Crocas) como CEO do Porta dos Fundos. O executivo chega com o objetivo de fortalecer a missão da companhia como fomentadora de projetos de conteúdo desenvolvidos para diferentes plataformas. Com início das atividades em dezembro, Crocas ficará na sede do Porta dos Fundos, no Rio de Janeiro, e se reportará a Maurício Kotait, gerente geral de operações da Viacom no Brasil.

O cargo de CEO era ocupado por Tereza Gonzalez, que desde julho também dirigia o Vis – Viacom International Studios, e agora, passa a se dedicar completamente a ele. Ela será responsável pela negociação de vendas de conteúdo do estúdio no País e pela entrega de toda a produção de formatos longos globalmente.

Com 20 anos de experiência em conteúdo, influencer marketing e branded content, Crocas atuou por seis anos no Instagram e Facebook para a América Latina, no qual era responsável pelo relacionamento com artistas e publishers. Antes do Facebook, ele foi CEO da Gruda, agência que gerenciava a vida digital de artistas e festivais de música.

*Crédito da imagem no topo: Leontura/iStock

Compartilhe

  • Temas

  • Maurício Kotait

  • Christian Rôças

  • Tereza Gonzalez

  • porta dos fundos

  • Viacom Brasil

  • vis

  • Conteúdo

  • Branded content

  • Influencer marketing

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”