Abril adquire instituição de ensino à distância

Buscar

Mídia

Publicidade

Abril adquire instituição de ensino à distância

Em operação de pouco mais de R$ 6 milhões, a unidade de educação da editora controlará a Escola Satélite

Sergio Damasceno
16 de fevereiro de 2012 - 12h15

A Abril Educação, por meio da subsidiária Central Abril Educação e Participações (CAEP), adquiriu 10% das ações ordinárias da Escola Satélite, que oferece cursos de telepresença, no valor de pouco mais de R$ 6 milhões. A Escola Satélite foi fundada em 2008 e já prestou serviços de capacitação e educação telepresencial a mais de 650 escolas públicas e privadas.

Pela transação, a CAEP será titular de 51% das ações ordinárias da Escola Satélite e também terá o direito de adquirir os 49% do capital restante ao longo de um período de, no máximo, oito anos. A operação ainda precisa de anuência prévia da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), uma vez que a Escola Satélite detém licença de operação de satélite concedida pela agência.

Com a aquisição, a Abril Educação se estrutura para oferecer às mais de 1,4 mil escolas associadas aos seus sistemas de ensino a possibilidade de distribuir serviços de ensino à distância para preparação de testes e concursos, idiomas e cursos livres. Segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), “para a oferta desses cursos, a Abril Educação aproveitará sua capacidade de geração de conteúdo e de sua associação com os melhores professores de curso médio de suas escolas próprias e com os autores com quem mantém relacionamento próximo em seus negócios editoriais”.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”