Publishers dão “jeitinho” em fotos no Facebook

Buscar

Mídia

Publicidade

Publishers dão “jeitinho” em fotos no Facebook

Alcance de vídeos na rede social faz empresas de conteúdo publicarem imagens e gifs em formatos como MP4


12 de julho de 2017 - 10h09

(Crédito: Reprodução)

Por George Slefo, do Advertising Age

Se você não consegue enfrentar o sistema, jogue com ele. O Facebook tornou claro que vai priorizar publishers que postarem vídeos na plataforma. Mas aqueles que não postam tanto conteúdo em vídeo não precisam se preocupar: uma das táticas viáveis é postar imagens estáticas em formato de vídeo — como em MP4 — para chamar atenção dos usuários.

A estratégia recém descoberta está sendo empregada por publishers grandes nos EUA, como o BuzzFeed, e outros relativamente desconhecidos, como o ForShitsAndGiggles. Por exemplo, uma imagem com 22 palavras alcançou mais de 1,1 milhão de visualizações de vídeo no Facebook. Em outro exemplo, um meme sem som cujo looping dura mais de um minuto alcançou 1,4 milhão de visualizações.

Outros casos de sucesso incluem postar vídeos curtos que duram poucos segundos, mas não são mais do que memes estáticos. Esse vídeo, de 48 segundos, teve 6.4 milhões em um intervalo de duas semanas.

Eyes On Drugs

Eyes On Drugs

Publicado por BuzzFeed em Quarta-feira, 31 de maio de 2017

Em entrevista ao Advertising Age, o Facebook diz que não prioriza vídeos acima de outros tipos de publicações e acrescenta que o feed é personalizado para cada usuário. “Se você normalmente gosta de assistir a vídeos, provavelmente você vai ver mais vídeos no seu feed”, explica o porta-voz da rede. “Nós estamos constantemente melhorando o feed para mostrar as histórias mais relevantes — inclusive para ter certeza que as pessoas não vão burlar o sistema”.

Ainda assim, Russ Torres, vice-presidente de conteúdo em vídeo e estratégia na USA Today Network, diz que o Facebook é um grande advogado na promoção de vídeos.

Em relação ao uso de imagens ao invés de vídeos, Torres diz que sua rede não gostaria de aderir à nova tendência para aumentar os alcances. “Com certeza não é uma técnica, tática ou teste que qualquer publisher premium como o USA Today Network gostaria de tentar, porque isso não está alinhado com os nossos valores”, explica. “Dito isto, nesse mundo hiper social em que vivemos, eu entendo a motivação para criar conteúdo para o hit do momento ou para fazer sua página crescer em curtidas ou compartilhamentos”.

Apesar disso, o BuzzFeed tem algumas animações em seus posts e publishers como o ForShitsAndGiggles só estão postando imagens estáticas. As audiências mais novas também estão começando a falar mais em GIFs e memes. “Eles não são exatamente publishers comparáveis”, diz Susan Bidel, analista sênior na Forrester, empresa de pesquisa e consultoria. “Acredito que o BuzzFeed esteja experimentando com os formatos, como todos os publishers espertos deveriam fazer”.

O Facebook já permite anúncios em formatos de vídeos no feed de notícias e, de acordo com um estudo que a plataforma conduziu recentemente, os vídeos postados têm, em média, 5,7 segundos de tempo de visualização. Em contrapartida, vídeos que não são anúncios tem 16,7 de segundos de retenção.

Traduzido por Thaís Monteiro

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • digital

  • video

  • mídias sociais

  • BuzzFeed

  • facebook

  • Forrester

  • ForShitsAndGiggles

  • USA Today Network

  • Susan Bidel

  • Russ Torres

  • gif