Circulação digital dos grandes jornais cresce no Brasil

Buscar

Mídia

Publicidade

Circulação digital dos grandes jornais cresce no Brasil

Folha, O Globo, Estadão e Zero Hora ampliaram suas assinaturas digitais em 2018, na comparação com a média de 2017

Bárbara Sacchitiello
30 de janeiro de 2019 - 17h54

Embora o cenário ainda seja delicado para a mídia impressa, em termos gerais, os grandes jornais brasileiros vem conseguindo encontrar, no meio digital, um caminho para sustentar – e, em alguns casos, até ampliar – sua circulação.

Dos cinco maiores jornais do País, quatro tiveram sua circulação digital ampliada em 2018, na comparação com a média de circulação de 2017, de acordo com dados do Instituto Verificador de Comunicação (IVC). Folha, O Globo, Estadão e Zero Hora conseguiram ampliar a média de suas assinaturas digitais no ano passado. A exceção é o Super Notícia, de Minas Gerais, cuja circulação digital caiu 9,63% na média do ano, em comparação com 2017.

Nesse quesito digital, o jornal o Globo é o que apresenta maior taxa de crescimento. Na média anual de 2017, o título possuía uma circulação de 99.689 assinaturas digitais. Em 2018, esse número subiu para 173.527, o que representa um aumento de 74,06%. O Estadão também teve uma alta expressiva em sua circulação digital (aumento de 56,19%), ampliando a média de 85.854 exemplares diários em 2017 para 134.103 exemplares em 2018.

Veja, abaixo, a circulação digital média dos cinco maiores jornais do País em 2018. O cálculo da variação foi realizado com base nos dados do IVC, comparando a média anual de circulação de janeiro a dezembro de 2018 com a média de circulação de janeiro a dezembro de 2017):

 

Veículo Circulação média (Digital) 2018 Circulação média (Digital) 2017 Variação
Folha de S. Paulo 194.855 167.592 16,26%
O Globo 173.527 99.689 74,06%
O Estado de S. Paulo 134.103 85.854 56,19%
Super Notícia 43.459 48.095 -9,63%
Zero Hora 88.472 81.872 8,06%

Impresso + digital
O bom desempenho das assinaturas digitais conseguiu refletir de forma positiva na média geral de circulação dos veículos, que considera tanto as assinaturas impressas quanto as digitais. Quando se analisa a circulação total, Folha, O Globo e Estadão cresceram na média geral na comparação com 2017. Super Notícia e Zero Hora, caíram. Já em relação apenas às edições impressas, todos os jornais viram sua média de circulação cair em 2018, na comparação com 2017.

Mantendo a liderança na média do ano, a Folha teve um ligeiro crescimento na circulação geral (impressa + digital), de 2,73% em 2018. Na vice-liderança, o Globo teve números mais positivos, crescendo 22,42% na média de circulação do ano passado na comparação com 2017. O Estadão também registrou crescimento: a soma de suas assinaturas impressas e digitais resultaram em uma média de circulação 18,43% maior em 2018 do que no ano anterior.

Já o Super Notícia teve uma retração de 14,58% em sua média anual de circulação em 2018. O Zero Hora, do Grupo RBS, também teve uma curva negativa na circulação geral, diminuindo 5,16% em 2018, na comparação com 2017.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Jornais

  • Estadão

  • folha

  • Zero Hora

  • O Globo

  • IVC

  • Super Notícia

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”