Avianca entra com pedido de recuperação judicial

Buscar
Publicidade

Últimas notícias

Avianca entra com pedido de recuperação judicial

Devolução de aeronaves, cuja reintegração é pleiteada na Justiça, inviabilizaria o atendimento aproximado de 77 mil passageiros até o final de 2018


11 de dezembro de 2018 - 20h24

A empresa aérea Avianca entrou com um pedido de recuperação judicial na segunda-feira, 10, na 1º Vara Empresarial de São Paulo, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, para saldar dívidas da ordem de R$ 50 milhões. No pedido, a companhia informa que sua operação está ameaçada caso tenha que devolver aeronaves para os credores. Isso poderia ameaçar a viagem de 77 mil passageiros até o final deste ano. A Constitution Aircraft acusa a Avianca de deixar de pagar parcelas do arrendamento de 11 aeronaves (18% da sua frota). Além disso, a dívida com todos os aeroportos brasileiros pode chegar a mais de R$ 100 milhões, de acordo com o jornal.

Em comunicado, a Avianca Brasil disse que “devido à resistência de arrendadores de suas aeronaves a um acordo amigável, entrou com um pedido de recuperação judicial para proteger os seus clientes e passageiros. Como primeira decisão da Justiça, teve seus pedidos garantidos, como a liberação de sua frota para o cumprimento de todos os voos programados, nos aeroportos onde opera”.

A companhia afirma, ainda que “suas operações não serão afetadas. Os passageiros podem ter absoluta tranquilidade em fazer suas reservas e adquirir seus bilhetes, pois todas as vendas serão honradas e os voos mantidos”. Quarta companhia aérea do País, após Latam, Gol e Azul, a Avianca opera em 26 destinos domésticos e quatro no exterior.

Publicidade

Compartilhe

Comente