Edital da SEC e RioFilme premia 64 projetos audiovisuais

Buscar

Edital da SEC e RioFilme premia 64 projetos audiovisuais

Buscar
Publicidade

Mídia

Edital da SEC e RioFilme premia 64 projetos audiovisuais

Programa de Chamadas Públicas recebeu 670 inscrições de produtoras independentes


28 de maio de 2011 - 12h00

A Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro (SEC) e a RioFilme, empresa de investimento em audiovisual da Prefeitura do Rio, anunciaram nesta sexta-feira, 27, os 64 projetos escolhidos por meio de Chamadas Públicas conjuntas, organizadas conforme sete diferentes linhas de ação. O Programa de Chamadas Públicas de Audiovisual RioFilme/SEC 2010/2011 compõe o programa Rio Audiovisual, parceria entre Governo do Rio de Janeiro e Prefeitura, cuja meta principal é promover o desenvolvimento da indústria audiovisual fluminense e carioca. Os projetos selecionados vão receber um total de R$ 7.983.981,17, oriundos da RioFilme e da SEC (R$ 6.883.981,17) e de parceiros, no caso o Canal Brasil e Oi Futuro, no total de R$ 1.100.000,00.

É a primeira vez que os Governos Estadual e Municipal do Rio de Janeiro realizam editais conjuntos para o setor audiovisual. A inclusão de parceiros da iniciativa privada teve a finalidade de ampliar a divulgação, os recursos e as possibilidades de exibição dos projetos contemplados. Foram recebidas 670 inscrições de projetos de empresas brasileiras de produção independente estabelecidas no Estado do Rio de Janeiro há pelo menos um ano.

Os projetos foram selecionados por comissões compostas por cinco membros, sendo quatro profissionais do setor audiovisual e um representante da SEC ou da RioFilme. No caso das linhas que receberam apoio do Canal Brasil (apoio à produção de documentários para TV) e do Oi Futuro (apoio à produção de curtas-metragens), um representante de cada empresa figurou entre os componentes das respectivas comissões. A linha de Apoio à Produção de Pilotos e de Série de TV, em parceria com a MTV Brasil, ainda se encontra em andamento e terá os vencedores de sua primeira etapa anunciados em junho.

“A indústria audiovisual do Rio de Janeiro vive um momento excelente. O programa de editais representa mais um incentivo ao desenvolvimento do setor no Rio e contribui para a consolidação da cidade como o principal pólo de audiovisual do Brasil e da América Latina. Trata-se de um complemento importante às demais ações que a RioFilme empreende desde 2009 para promover o crescimento do conjunto do setor audiovisual carioca”, destaca Sérgio Sá Leitão, diretor-presidente da RioFilme. O resultado está publicado nos sites da RioFilme (www.riofilme.com.br) e da SEC (www.cultura.rj.gov.br).
 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Folha usa filosofia para tentar formar nova geração de leitores

    Folha usa filosofia para tentar formar nova geração de leitores

    Veículo apresenta a Coleção Pensadores para Crianças, com a proposta de apresentar a filosofia de forma mais simplificada

  • Após Disney+, Netflix também aumenta preços de assinaturas

    Após Disney+, Netflix também aumenta preços de assinaturas

    A gigante do streaming alterou valores em planos padrões, inclusive com anúncios, e o premium, dias após anúncio da rival Disney+