Lojistas virtuais pretendem ampliar investimentos

Buscar
background_consumer

Marketing

Publicidade

Lojistas virtuais pretendem ampliar investimentos

Levantamento da eNext em parceria com ABComm mostra que, de um grupo de 373 empresários de e-commerce, 70% estudam ampliar investimentos nos próximos meses


15 de julho de 2016 - 8h00

A despeito da crise econômica, o e-commerce mantém taxas de crescimento e o potencial de expansão do setor é motivo para que a maioria dos lojistas virtuais esteja disposta a ampliar investimentos nos próximos meses.

Levantamento realizado, em junho, pela consultoria independente eNext, em parceria com a ABComm, com 373 lojistas virtuais mostra que a economia digital continua aquecida, apesar do momento político-econômico, e aponta uma retomada da confiança dos empresários no investimento e desenvolvimento dos negócios digitais no Brasil.

Mesmo com a crise econômica no Brasil, os lojistas virtuais estão otimistas: 69,7% afirmaram que desejam aumentar o investimento no e-commerce nos próximos três meses, enquanto apenas 3,8% pretendem diminuir. Para a enext, uma das explicações é o crescimento constante do comércio eletrônico nacional na última década.

Das apostas no e-commerce, 42% pretendem aumentar o investimento entre 5% e 25%. Praticamente um quarto dos entrevistados (24%) quer manter o aporte já realizado em suas lojas. Outros 28% desejam investir acima de 25% do total. As redes sociais lideram a preferência dos lojistas na hora de investir, com 44%. Os principais motivos que fazem destes canais mais atrativos são o aumento crescente das mídias sociais na tomada de decisão de compra e o empoderamento dos influenciadores.

Na segunda posição aparecem empatados o Email Marketing e SEO, ambas com 43%. Esses recursos demonstram maturidade dos empreendedores, reforçando táticas de recompra e retorno a longo prazo. “O mercado de comércio eletrônico está descolado da realidade brasileira em relação à crise, mantendo-se confiante. Por outro lado, é interessante notar que os varejistas estão direcionando o investimento para canais mais eficientes e alinhados com as demandas dos consumidores”, finaliza Gabriel Lima, Sócio-Diretor da eNext.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”