Nissan volta a atacar com “engenheiro agredido”

Buscar

Nissan volta a atacar com “engenheiro agredido”

Buscar
Publicidade

Comunicação

Nissan volta a atacar com “engenheiro agredido”

Campanha de três filmes criado pela Lew'Lara\TBWA apresenta linha 2012 e satiriza suposta reação da concorrência


15 de abril de 2011 - 12h28

A Nissan não para. Depois da polêmica campanha “Ouro de Tolo”, retirada do ar pela Ford na justiça e alvo de ação, a montadora japonesa lançou nesta quarta-feira, 14, uma campanha criada pela Lew’Lara\TBWA para apresentar sua linha 2012. O personagem principal dos três filmes é um engenheiro da Nissan que aparece enfaixado, engessado e cheio de hematomas por conta de uma suposta reação das marcas concorrentes aos novos modelos.

Carlos Murilo Moreno, diretor de marketing da Nissan, afirma que a campanha é uma brincadeira com o fato de sua montadora ser a primeira a lançar toda sua linha 2012 durante o primeiro semestre deste ano. “É uma inovação para o mercado. Avançamos do modelo 10/11 diretamente para o 11/12. Isso garante um carro mais atualizado e com menor desvalorização ao longo do tempo”, explica o executivo.

Os filmes serão veiculados em TV aberta, fechada e nos canais oficiais da marca na internet. No primeiro comercial da série, um engenheiro de olho roxo e braço engessado releva um Nissan Livina ano modelo 2012 e explica que se as demais montadoras já estavam nervosas com a marca, vão ficar ainda mais. No segundo filme, o mesmo engenheiro aparece ainda mais machucado; e no terceiro, por fim, todo imobilizado pelo gesso, ele demonstra medo ao apresentar as vantagens exclusivas oferecidas pelas concessionárias Nissan, como direção elétrica e ar condicionado de série; três anos de garantia e taxa de 0,99% em 24 meses.

A criação é de Toni Fernandes e Leonardo Claret, com direção criativa de Jaques Lew, Manir Fadel, Luciano Lincoln, Lucio Caramori e Clovis Marchetti. A produção é da Zulu Filmes, com direção de Claudio Cinelli. “Somos uma marca pequena e temos na criatividade e no bom humor a forma de sermos lembrados pelo consumidor”, conta Moreno. A marca alcançou em abril, segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Automóveis (Anfavea), 2,02% de participação no mercado, contra 0,8% em maio do ano passado. A produção total em 2010 ficou em 35 mil automóveis, mas se considerado o ano fiscal da montadora, entre abril e março, a cifra chega a 41 mil.

Sobre o processo movido pela Ford, Moreno confirma que prestou depoimento nesta quarta-feira, dia 14, na 1ª Delegacia Regional de São José dos Pinhais, no Paraná. O executivo afirma que as autoridades apenas lhe pediram esclarecimentos sobre a motivação da campanha e em especial porque o modelo Ford Focus foi o escolhido como alvo da campanha em que funcionários da montadora norte-americana são retratados debochando dos compradores do modelo Focus num rap que tem como mote “O luxo todo é do dinheiro de vocês”.

Moreno afirma ter explicado às autoridades que a propaganda comparativa é regulamentada pelo Conar e que o Focus foi o modelo escolhido por ser um dos principais concorrentes do modelo Tiida. “Não há ação criminal, apenas averiguação. O juiz que analisar o caso é que vai decidir se há fundamento para uma ação criminal ou se arquiva o processo”, explicou ao M&M Online. No Youtube, onde o filme continua disponível, os acessos já superaram a marca de 700 mil. A Ford estaria tentando barrar essa veiculação.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Beel Films expande atuação com filial nos Estados Unidos

    Beel Films expande atuação com filial nos Estados Unidos

    Produtora especializada em entregas de digital acaba de abrir escritório em Miami, onde deve centralizar atendimento de multinacionais

  • Após 12 anos, Grupo Amil retoma agência in-house

    Após 12 anos, Grupo Amil retoma agência in-house

    Grupo de saúde reativa as atividades da Promarket, que foi responsável pela publicidade e comunicação do grupo de 1980 até 2012