Mexicana Red Box abrirá filial no Brasil

Buscar

Mexicana Red Box abrirá filial no Brasil

Buscar
Publicidade

Comunicação

Mexicana Red Box abrirá filial no Brasil

Agência chegará ao país por meio de sociedade com Carlos Perrone, presidente da Pepper


20 de junho de 2011 - 10h10

 A migração de profissionais da área de planejamento para reforçar a atuação estratégica das empresas de branding deve tirar das agências brasileiras mais um executivo. A mexicana Red Box, com dez anos de tradição em seu país de origem e uma carteira recheada de clientes multinacionais, acertou na semana passada sua entrada no Brasil em sociedade com Carlos Perrone, presidente da Pepper.

A primeira filial estrangeira da Red Box já iniciou as sondagens no mercado brasileiro para escolher o executivo que irá liderar a operação com apoio estratégico da Pepper. Alejandro Espinoza, sócio-diretor da Red Box e responsável pelo escritório brasileiro, afirma que a entrada no País é o primeiro passo da expansão internacional, que ainda mira Chile, Argentina e EUA. “Nosso grupo vem estudando o mercado brasileiro há algum tempo. Chegamos à conclusão de que a nossa oferta de serviços, focada em inovação, pode agregar valor a muitas marcas que atuem por aqui, assim como temos promovido para nossos clientes no México”, diz. Entre as empresas atendidas pela matriz estão Motorola, Coca-Cola, Bristol-Meyers Squibb, Cadbury, Heineken e Unilever entre outras. “Muitas das demandas que atendemos são para o mercado hispânico dos Estados Unidos”, conta o executivo mexicano.

Os primeiros clientes atendidos no Brasil são Mattel, Mead Johnson Nutritionals e Femsa. “Temos a expectativa de chegar a dez clientes fixos até o final do ano”, afirma Espinoza. O executivo mexicano explica que o trabalho desenvolvido pela Red Box é de consultoria estratégica, enquanto a Pepper será a parceria indicada para a execução das soluções sugeridas. “Queremos oferecer ao mercado brasileiro nossa expertise em desenvolver projetos inovadores, com foco diferenciado, que impulsione os negócios das empresas e suas respectivas marcas”, afirma. Nesse sentido, Perrone explica que seu papel na parceria será dar o toque brasileiro às soluções propostas por conta das diferenças culturais entre Brasil e México. No caso mexicano, uma tradição brasileira foi fundamental no sucesso da reação da Domino’s Pizza diante do KFC, baseada em estratégia elaborada pela Red Box. Diante da preferência popular pelo frango frito, percebido pelas mães mexicanas como saudável, a Domino’s passou a oferecer em seu cardápio a possibilidade de pedir pizzas com dois sabores com o acompanhamento de nuggets de frango. “O meio a meio brasileiro foi muito bem aceito no México e a Domino’s recuperou sua curva de vendas”, conta Espinoza.

Perrone acredita que o empreendimento tem grandes chances de sucesso por conta da relativa juventude do mercado de branding no Brasil e o alinhamento de clientes multinacionais. “A Red Box chega com experiência internacional num mercado onde a demanda é crescente”, afirma Perrone. Espinoza, por sua vez, acredita que não poderia haver mercado melhor para dar o primeiro passo da expansão internacional da Red Box. “O México foi o grande país latino-americano dos anos 1990, mas o Brasil virou esse jogo na última década. Considero hoje fundamental uma maior aproximação entre os dois paí­ses. As oportunidades para os dois lados são magníficas”, complementa Espinoza.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Com Omo, Vinicius Jr amplia time de parcerias publicitárias

    Com Omo, Vinicius Jr amplia time de parcerias publicitárias

    Marca da Unilever escolhe jogador para celebrar duas décadas da campanha Se Sujar Faz Bem; Clear, Nike, Gatorade são outros anunciantes a firmar parceria com o craque nos últimos dias

  • Volkswagen mantém conta de mídia global na PHD

    Volkswagen mantém conta de mídia global na PHD

    A PHD, operação do Omnicom, manteve a conta de mídia do grupo Volkswagen após participar de processo de concorrência