Wendy Clark deixa posto de CEO global da Dentsu

Buscar

Wendy Clark deixa posto de CEO global da Dentsu

Buscar
Publicidade

Comunicação

Wendy Clark deixa posto de CEO global da Dentsu

Profissional assumiu a posição há dois anos; board da companhia diz estar traçando um plano de longo prazo para a operação, que será divulgado em breve


2 de setembro de 2022 - 11h31

Por Bradley Johnson e Brian Bonilla, do Advertising Age

Dois anos depois de ter assumido a posição de CEO global da Dentsu, Wendy Clark deixa companhia (Crédito: Reprodução)

Wendy Clark deixa a posição de CEO global da Dentsu International depois de dois anos exercendo a função. A saída da executiva norte-americana ocorre em meio a uma reestruturação que a companhia está fazendo e que deve resultar na junção entre as operações ocidental e oriental.

Um porta-voz da companhia declarou que lideranças executivas globais estão trabalhando em um plano de longo prazo para o grupo. “Estamos confiança de que isso contribuirá com nosso progresso em impulsionar crescimento e gerar impacto para os clientes. Entraremos em mais detalhes à medida que avançamos nesse processo”.

Há dois anos Wendy trocava a DDB pela Dentsu e, desde então, a holding promoveu uma série de consolidações, como a que uniu DentsuMB, 360i e Isobar, todas sob a marca Dentsu. Sob a gestão da norte-americana, as 160 agências globais da companhia foram reduzidas a seis, enquanto as 11 operações de mídia foram enxugadas para quatro empresas.

Na época desses movimentos, a holding alegou que estava enfatizando as origens japonesas da companhia. Em junho, durante o Cannes Lions, Wendy disse que esse legado inspirou uma visão para a criatividade moderna, nascida no Japão, e desenvolvida em um mundo conectado.

Antes da Dentsu, Wendy atuou como presidente e CEO da DDB América do Norte, onde comandou a construção de We Are Unlimited, agência customizada para o McDonald’s. Quando ela saiu da rede, John Wren, CEO e chairman do Omnicom, holding à qual a DDB pertente, declarou: “Ficamos um pouco chocados quando Wnedy Clark decidiu que iria embora em meio a uma crise”. Na ocasião, a companhia estava enfrentando a crise provocada pelos primeiros meses de pandemia, que resultaram em perdas de negócios. Ela também ocupou posições de liderança executiva em anunciantes como AT&T e Coca-Cola.

Estrutura da Dentsu
Até o momento, o Dentsu Group operou por meio de duas redes de agências: Dentsu Japan Network, que abarca as operações do grupo no Japão, e Dentsu International, que responde por todas as empresas da holding nos demais mercados.

Baseada em Londres, a Dentsu International, ex-Dentsu Aegis Network (DAN), coordenou operações de fora do Japão como a Aegis Media, antes chamada de Aegis Group, até ser adquirida em 2013. Em setembro de 2020, o Dentsu Group mudou o nome do grupo DAN para Dentsu International.

Na última década, a companhia investiu expressivamente para construir uma rede internacional.

No ano passado, a Dentsu International obteve receita de US$ 5,1 bilhões, enquanto a Dentsu Japan alcançou receita de US$ 3,5 bilhões, de acordo com dados do Ad Age Datacenter. Os dados consideram as agências criativas e de mídia.

Ao excluir as operações de mídia, a Dentsu japonesa e a Dentsu International ocupam o sexto e sétimo lugar no ranking das redes de agências do Ad Age, respectivamente.

A consolidação das redes ocorre um ano depois que o grupo decidiu revisar e acelerar seu programa de transformação do negócio, focado em simplificação, redução de gastos operacionais e equilíbrio de valores para com os acionistas.

O Dentsu Group hoje é a sexta maior holding global, atrás de WPP, Omnicom, Publicis Groupe, Accenture Song e Interpublic.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Agências se unem para criação de hub voltado a PR

    Agências se unem para criação de hub voltado a PR

    BigBang.com se apresentará ao mercado com 300 profissionais e R$ 70 milhões de faturamento

  • Campanhas da Semana: mensagens de alerta em prol do meio-ambiente

    Campanhas da Semana: mensagens de alerta em prol do meio-ambiente

    Sea Shepherd Brasil traz mensagens de peixes sobre aquecimento global e Puma se une com Palmeiras para fazer alerta sobre crise climática