André “PB” é o novo presidente da Ampfy

Buscar

Comunicação

Publicidade

André “PB” é o novo presidente da Ampfy

Ex-sócio da Loducca (atual LDC), André Paes de Barros assume liderança da agência digital na próxima segunda-feira, 29

Jonas Furtado
25 de fevereiro de 2016 - 11h30

Uma semana após oficializar a sua saída da LDC (antiga Loducca), André Paes de Barros anunciará ainda esta semana o seu novo destino profissional. A partir da próxima segunda-feira, 29, Paes de Barros assume a presidência da Ampfy.

A mudança não deixa de ser surpreendente, uma vez que PB (como é conhecido no mercado) tem sua carreira atrelada à algumas das mais tradicionais agências de publicidade do País. Agora, irá liderar uma agência que vem conquistando reconhecimento por seus trabalhos digitais.

Criada em 2011, a Ampfy tem sede em São Paulo, escritórios no Rio de Janeiro e Brasília, e mais de 100 funcionários. Entre seus principais clientes estão Mitsubishi, Gol Linhas Aéreas, Sky e L’Óreal. Antes da chegada de PB, a Ampfy estava sob o comando do CEO Gabriel Borges, que também é sócio da operação. Ele continua na agência, agora no cargo de chief strategy officer (CSO).

Paes de Barros começou a carreira em 1992 na Y&R. Assumiu a vice-presidência de novos negócios da J. Walter Thompson em 2001. No ano seguinte, fez parte da primeira equipe da Africa, como diretor de negócios. Em novembro de 2004, começou na atual LDC, quando a agência se chamava Loducca22. Em 2010, ele conquistou o Prêmio Caboré na categoria Profissional de Atendimento.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”