Aos 20 anos, Camarote Bar Brahma vira plataforma carnavalesca

Buscar

Comunicação

Publicidade

Aos 20 anos, Camarote Bar Brahma vira plataforma carnavalesca

Crescimento do carnaval de rua de SP e rebaixamento de escolas tradicionais aumentam pontos de encontros com foliões sob o guarda-chuva do tradicional bar paulistano

Salvador Strano
18 de julho de 2019 - 13h16

Criado pelo Camarote para a Pernod Ricard, paredão de autosserviço foi expandido para outras plataformas da marca (Crédito: Flashbang Média House/divulgação)

O Camarote Bar Brahma tomou o Anhembi pela primeira vez na virada do milênio. Se no começo a proposta era ser um lugar para poucos convidados que circulavam pelas colunas sociais, em 2019 o espaço já apresentava proporções pouco modestas: por dia, em média, 7 mil pessoas compareceram à festa.

Em 2020, data de comemoração de duas décadas de existência, o Camarote Bar Brahma busca se tornar uma plataforma de eventos, surfando a onda do crescimento do carnaval paulistano. Desde meados de janeiro até o fim do carnaval, serão 11 eventos – incluindo blocos de rua, shows abertos ao público e esquentas para a festa.

“Em 2020, São Paulo terá o maior carnaval de rua do Brasil, maior que Rio e que Salvador”, afirma o diretor executivo da plataforma, Cairê Aoás. “Com isso, estamos desenhando que o Camarote se torne uma plataforma geral, chamada de “O carnaval do coração de São Paulo”.

O calendário inclui, também, um dia extra de folia no Anhembi, já que escolas tradicionais paulistanas estão, atualmente, no grupo de acesso, como Nenê de Vila Matilde. O estopim, entretanto, foi o rebaixamento da Vai-Vai, a maior vencedora do carnaval da cidade, com 15 títulos.

Experiências

Com esse cenário integrado, a operação aposta no patrocínio de experiências de marcas, não apenas na exposição estática de um logo. “Buscamos trabalhar a plataforma para termos uma capacidade de relacionamento das marcas com o público muito maior”, explica Cairê.

Em uma dessas ações, o Camarote criou para a Pernod Ricard, dona de marcas como Absolut e Jameson, um paredão de autosserviço que buscava diminuir a fricção e a espera no momento da distribuição das bebidas entre os participantes. “O primeiro ano que fizemos foi uma quebra de paradigma. Fez tanto sucesso que a Pernod usa isso como case em outros grandes festivais que eles fazem”, finaliza Cairê.


*Crédito da imagem no topo: Flashbang Média House/divulgação

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Carnaval

  • Camarote Bar Brahma

  • Cairê Aoás

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”