Com foco regional, governo lança campanha Agenda Positiva

Buscar

Comunicação

Publicidade

Com foco regional, governo lança campanha Agenda Positiva

Com quatro filmes nacionais e 45 regionais, campanha destaca os feitos do governo e apresenta o slogan "Aqui é Brasil"

Bárbara Sacchitiello
19 de dezembro de 2019 - 6h00

Página reúne os filmes da campanha divididos por Estado e pela área de atuação do governo (Crédito: Reprodução)

O governo federal, por meio da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) apresentou nessa quarta-feira, 18, sua nova campanha publicitária que pretende destacar as iniciativas realizadas, em âmbito federal, nas diferentes regiões do País.

Com o nome de Agenda Positiva, a campanha é trabalhada em duas frentes: quatro vídeos com veiculação nacional que destacam os feitos do governo do presidente Jair Bolsonaro nas áreas de infraestrutura, segurança pública, social, e economia; e 45 diferentes filmes regionais, que destacam as obras do primeiro ano de governo em cada uma dessas áreas nos 26 Estados brasileiros e Distrito Federal.

No comunicado distribuído à imprensa, o secretário especial de comunicação social da presidência, Fabio Wajngarten, diz que a proposta da ação publicitária é ecoar aos brasileiros os feitos do governo. “Estamos mostrando a cada cidadão que vive nos rincões de nossas cinco regiões como o governo Bolsonaro devolve à população o dinheiro dela, recolhido em impostos, taxas e contribuições”, diz o secretário.

Ainda segundo Wajngarten, no comunicado, a veiculação da campanha Agenda Positiva terá ênfase nos veículos regionais que, de acordo com a Secom, receberão 64% da verba de mídia da campanha. Segundo o comunicado da Secom, a ideia, “além de diminuir a concentração de verba pública destinada à publicidade em apenas um grupo de comunicação, é também fortalecer os veículos locais”.

No comunicado, a Secom não informou os valores investidos na campanha publicitária. Reportagem do portal Poder 360, no entanto, revela que a ação de comunicação terá custo de R$ 40 milhões. Os filmes publicitários começam a ser veiculados nessa quarta-feira, 18, e ficam na mídia até o próximo dia 30.

Além da exibição na TV e nas plataformas digitais (redes sociais do governo federal), a Secom também criou um site para hospedar todos os filmes regionais da campanha. Na página, é possível selecionar os vídeos de cada Estado e, também, filtrar a peça pela área (social, infraestrutura, economia, etc).

Publicidade

Compartilhe