Palais des Festivals, de Cannes, abriga moradores de rua

Buscar

Comunicação

Publicidade

Palais des Festivals, de Cannes, abriga moradores de rua

Prefeitura da cidade abriga até 70 pessoas por noite no pavilhão, onde servem comida e entretenimento à população de rua


25 de março de 2020 - 12h09

MipTV seria realizado em Cannes, no fim de março. Pandemia global, entretanto, obrigou a organização a adiar o evento (Crédito: divulgação)

O Palais des  Festivals, palco dos eventos e festivais realizados na cidade de Cannes, na França, passa a servir como abrigo para moradores de rua em meio à crise do novo coronavírus. Um funcionário da prefeitura da cidade ouvido pela Reuters afirma que o pavilhão abriga, atualmente, entre 50 e 70 pessoas.

Para passar a noite no abrigo, os cidadãos devem passar por uma medição de temperatura e, então, podem usufruir de chuveiros, alimentação e de uma sala de estar com TVs e jogos. Ainda segundo a Reuters, há quatro canis disponíveis para os animais dos moradores de rua.

O próximo grande evento a ocupar o Palais seria o MipTV, no fim de março e início de abril. Depois, o Festival de Cinema de Cannes em maio que, entretanto, adiou a celebração para o final de junho. Já o Festival de Criatividade Cannes Lions, que seria realizado em junho, foi postergado para outubro.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Cannes Lions

  • Reuters

  • Festival de Cinema de Cannes

  • Solidariedade

  • moradores de rua

  • covid-19

  • Abrigo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”