Curta brasileiro promove Cristiano Ronaldo no Free Fire

Buscar

Comunicação

Publicidade

Curta brasileiro promove Cristiano Ronaldo no Free Fire

Com criação da InHaus e produção da NaLata, campanha tem imagens captadas no Jardim Peri, Zona Norte de São Paulo

Amanda Schnaider
6 de janeiro de 2021 - 6h00

Em dezembro, o Free Fire, jogo Battle Royale da Garena, anunciou a participação especial do jogador de futebol Cristiano Ronaldo. No game, Cristiano é o Chrono, um dos personagens da Operação Chrono, evento temático desta temporada do jogo. Para promover a novidade, a agência InHaus, em parceria com a NaLata, lançou um curta-metragem de quatro minutos (veja acima) sobre um jovem jogador de Free Fire de 13 anos, que entra em contato com o mundo do novo personagem, numa espécie de portal futurista que chega à comunidade onde mora.

 

A agência InHaus e a NaLata ainda reconstruíram vários telhados das casas do Jardim Peri, não só para garantir a colagem dos lambe-lambes, mas também como forma de deixar um legado para a comunidade (crédito: divulgação)

Com criação e direção da dupla Irmãos Meirelles, o filme foi gravado no Jardim Peri, Zona Norte de São Paulo, contou com um elenco formado por crianças locais e parte da equipe de produção foi composta por moradores da região. Segundo a dupla, o filme é uma exploração da paixão que o jogo Free Fire inspira em milhares de jovens no mundo todo, mas especialmente em muitas comunidades do Brasil afora.

“Escolhemos filmar com um elenco de crianças locais como uma forma de trazer verdade e representatividade para o filme. Durante a pandemia, a maior parte dessas crianças não tinha escola. Tinham o futebol e o Free Fire. O jogo tem um impacto bem positivo na vida desses jovens e os influenciadores são ídolos e exemplos para a imensa maioria deles, afinal muitos saíram das favelas para virarem profissionais no Free Fire”, reforça a dupla.

A trilha do filme foi produzida pela Mugshot e criada pelo produtor musical AlterMauz, que revela que seu objetivo foi fazer um paralelo entre o mundo real e o mundo do Chrono, com elementos do choro brasileiro como flauta e cavaco para representar o mundo real, e o funk e a música eletrônica para representar o mundo do Chrono. “Assim, consegui criar uma estética musical que envolve o espectador e cria uma conexão da música com o personagem principal”, complementa AlterMauz.

O curta ainda faz uma conexão com outra peça da campanha: a primeira “empena horizontal” do Brasil, idealizada por Luan Cardoso, sócio da NaLata. Feita de lambe-lambes, a colagem mostra a imagem do personagem espalhada entre 56 telhados das casas do Jardim Peri. A agência InHaus e a NaLata ainda reconstruíram vários telhados das casas do Jardim Peri, não só para garantir a colagem dos lambe-lambes, mas também como forma de deixar um legado para a comunidade. “Todo o projeto trouxe coisas boas para a população do Jardim Peri, pois além da atenção que eles ganharam com o filme, mais de 70 casas foram reformadas e arrecadamos muitas doações para a ONG local”, comenta Irmãos Meirelles.

*Credito da imagem de topo: piranka/iStock

Publicidade

Compartilhe