Uma nova chance para o Spider

Buscar

Marketing

Publicidade

Uma nova chance para o Spider

A volta do lutador Anderson Silva aos octógonos, no próximo sábado, 27, mexe com os bastidores do UFC e motiva ações de marketing

Luiz Gustavo Pacete
26 de fevereiro de 2016 - 7h00

Neste sábado, 27, a cidade de Londres receberá um dos duelos mais aguardados do UFC, o brasileiro Anderson Silva volta ao octógono, pouco mais de um ano afastado das competições.

A disputa com o lutador cipriota Michael Bisping carrega uma série de significados para Silva que foi sinônimo de categoria por muitos anos e que é dono da maior sequência de vitórias e títulos do torneio, interrompida em julho de 2013, quando foi derrotado pelo americano Chris Weidman.

Spider foi suspenso do UFC em 31 de janeiro de 2015 devido à condenação por uso de anabolizantes. Apesar dos contratempos envolvendo sua carreira, ele terá um teste dentro e fora do óctogno em sua disputa com Bisping. “Além de um ídolo do MMA, ele consegue mobilizar um público mais amplo, não apenas o heavy user, que já tem algum interesse por luta mas que ainda esta em fase de conhecimento, ‘namorando’ a modalidade”, diz Daniel Quiroga, gerente de negócios do canal Combate.

wraps

O canal Combate exibirá a luta e encabeça algumas ações de marketing relacionadas ao evento. Dentre elas, a criação de um rótulo de cerveja com a Malte Carioca que terá uma edição limitada inspirada no retorno de Anderson Silva. “A popularização e massificação do MMA passa muito pelo envolvimento de novos consumidores, das marcas e da mídia e essa combinação tem sido extremamente favorável para o segmento de lutas no mercado brasileiro”, diz Quiroga.

“O Anderson é considerado o maior lutador da história do evento e é dono dos principais recordes. Entao sempre tê-lo em ação gera muita atenção. Prova disso é que ele foi colocado para alavancar a plataforma de transmissão online do UFC nos EUA, UFC Fight Pass, que ainda engatinha. Com certeza, ter o Anderson como garoto propaganda vai ser uma ótima jogada deles”, analisa Gleidson Venga, especialista em MMA que mantém um blog no site da ESPN.

Em termos de reconstrução de imagem, Gleidson Venga explica que não é nem o doping e nem a contusão que pesam contra Anderson Silva, mas a idade. “Para o Anderson se adaptar a isso deve sofrer bastante. E aos 41 anos de idade se torna cada vez mais difícil”, comenta. Atualmente, Silva é patrocinado por marcas como a fabricante de roupas de lutas Affliction, a Meals, empresa de refeições naturais para atletas, além da Reebok, fornecedora de materiais esportivos oficial do UFC.

De acordo com o campeão de UFC, Rodrigo Minotauro, que estará presente com Anderson Silva nos bastidores da arena, Silva foi de extrema importância para a construção do esporte. "Ele foi um dos grandes responsáveis pelo boom que o UFC teve no Brasil. Sem ele o esporte não teria alcançado esse patamar que alcançou", diz Minotauro.

A luta também será transmitida ao vivo nos cinemas do país por meio de uma parceria entre a Cinelive e o canal Combate a partir das 18h deste sábado, 27.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”