85% das pessoas esperam papel relevante de corporações

Buscar

Marketing

Publicidade

85% das pessoas esperam papel relevante de corporações

Mudanças em prioridades, valores e nas relações são expectativas dos consumidores após pandemia, indica pesquisa global da FleishmanHillard

Teresa Levin
4 de junho de 2020 - 11h03

“A visão do mundo muda e, desta forma, o comportamento do consumidor também”, avalia Patrícia Marins, sócia do Grupo In Press e general manager da FleishmanHillard no Brasil (crédito: Pixfly/iStock)

Em poucos meses a pandemia de Covid-19 mudou a percepção das pessoas em relação ao mundo e afetará diretamente comportamentos que serão vistos nos próximos anos. Quem aponta é o estudo Mindset: Como os tempos de pandemia estão moldando os consumidores globais, realizado pela FleishmanHillard. A empresa ouviu consumidores de seis países: Alemanha, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Itália e Reino Unido.

Mudanças em prioridades, em valores e nas relações marcam a expectativa dos consumidores destes mercados para os próximos anos, com, inclusive, uma revisão do que é considerado essencial ou não. Diante deste cenário, as escolhas de empresas para suas marcas, de governos e organizações, impactarão diretamente suas imagens e as relações com este novo consumidor global que já está se moldando a partir das vivências experimentadas com a crise causada pela disseminação do novo coronavírus.

“Ficou claro que todos os países pesquisados esperam mudanças. A pandemia não será algo que trará apenas forte dor e luto, mas veio também para que enxerguemos a dor como um aprendizado que trará mudanças. A visão do mundo muda e, desta forma, o comportamento do consumidor também”, avalia Patrícia Marins, sócia do Grupo In Press e general manager da FleishmanHillard no Brasil.

O estudo mostrou que os medos e as expectativas dos consumidores estão fazendo com que eles reavaliem suas definições do que são boas organizações e marcas: 73% disseram que a pandemia mudou a maneira como enxergam o mundo, enquanto 71% afirmaram que a Covid-19 mudou a forma como veem seus países.

Por outro lado, enquanto 94% apontaram que os governos de cada país têm um papel a cumprir no combate à crise, os respondentes mostraram que também têm a expectativa de que outros players atuem neste cenário de forma efetiva: 88% acreditam que negócios locais podem assumir um papel relevante; enquanto 85% esperam que as grandes corporações também façam isso.

A íntegra desta reportagem está publicada na edição semanal de Meio & Mensagem, que até o fim de junho pode ser acessada gratuitamente pela plataforma Acervo, onde é possível consultar ainda todas as edições anteriores que circularam nos 42 anos de história da publicação. Também está aberto a todo o público, gratuitamente, o acesso à versão digital das edições semanais de Meio & Mensagem, no aplicativo para tablets, disponível nos aparelhos com sistema iOS e Android.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Patrícia Marins

  • Grupo In Press

  • FleishmanHillard

  • pesquisa

  • Consumo

  • mercado

  • coronavírus

  • covid-19