Pandemia aumenta uso de aplicativos de relacionamento

Buscar

Marketing

Publicidade

Pandemia aumenta uso de aplicativos de relacionamento

Serviços criam soluções para período de isolamento social e para o Dia dos Namorados

Thaís Monteiro
12 de junho de 2020 - 6h00

Também apelidada de carentena, o período de isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus tem rendido frutos para aplicativos de relacionamento, cuja proposta é conectar, por meio digital, pessoas com os mesmos interesses. O Happn notou um aumento de 18% nas mensagens trocadas pelo aplicativo; o The Inner Circle teve um aumento de 15% nos matches e 10% nas mensagens enviadas; e o Par Perfeito registrou crescimento de 70% de novos usuários, um ganho de 20% no tempo médio gasto no aplicativo e site 15% de volume de mensagens trocadas desde o início de março.

 

Plataformas estão apostando em videochamadas para aproximar usuários (Crédito: Reprodução/Par Perfeito)

A impossibilidade de flertar ou encontrar parceiros e até amigos em eventos físicos são fatores que levam à busca pelos recursos digitais. “Nós sabemos que o uso dos aplicativos aumentam durante períodos em que pessoas ficam em casa — o inverno é mais movimentado nas plataformas que o verão e sempre vemos um crescimento no começo de janeiro. As pessoas estão em casa e têm muito tempo para pensar, então estão olhando para aplicativos de relacionamento para se conectar com pessoas e criar conexões”, explica David Vermeulen, fundador e CEO do The Inner Circle.

Para reter esse fluxo e entretê-los durante o longo período de distanciamento, as empresas investem em novas soluções para os usuários. Para o Dia dos Namorados, especificamente, o Par Perfeito lançou a campanha “O Amor Está Online” nas redes sociais que inclui entrevistas com casais que se conheceram no aplicativo e hoje estão juntos, um bate-papo com Marcos Moraes, CEO da plataforma, e uma agenda de transmissões ao vivo com atividades como yoga, culinária, atrações musicais e dicas de especialistas sobre como montar um perfil atraente, cuidados nas conversas e como aproveitar as videochamadas para se conhecer melhor.

“Geralmente, o mês de junho é um dos períodos de maior acesso às nossas plataformas de relacionamento sério, devido ao Dia dos Namorados. E, este ano, por conta do contexto de isolamento social que estamos vivendo atualmente, imposto pela pandemia de Covid-19, esse comportamento foi antecipado. Muitas pessoas estão buscando um novo amor e os apps e sites são as alternativas mais seguras no contexto atual”, detalha Mariana Frensel, diretora de marketing do Match Group LatAm, empresa dona da plataforma.

Uma das estratégias do The Inner Circle é promover eventos e festas fora do ambiente virtual para que os usuários conheçam uns aos outros. Impossibilitados de fazer tais encontros, a empresa criou a ação “Delivery de Encontro”, em que oferece 40 jantares a serem entregues para casais em São Paulo para que aproveitem um jantar romântico virtual, cada um em sua casa. Para participar, um dos participantes do casal teve que se inscrever no hotsite da ação e defender porque eles deveriam ganhar um jantar, as 20 melhores respostas foram premiadas. A empresa também está realizando eventos virtuais e quizzes durante todo o período de isolamento.

Pensando nesses novos tipos de encontros para o Dia dos Namorados, o Happn lançou esta semana o recurso de videochamadas, que está disponível para usuários que derem crush no aplicativo e pode ser feita gratuitamente por até cinco minutos. De acordo com Marine Ravinet, head de brand e tendências do Happn, a ferramenta atende a uma demanda observada desde o início do isolamento, em que as pessoas passaram a fazer o famoso primeiro encontro por vídeo.

“O interessante é que, pelo fato de os usuários não poderem se ver pessoalmente, eles passaram a interagir mais pelo app e a desenvolver conversas mais profundas, criando um maior vínculo afetivo. Uma enquete que fizemos com usuários do Happn no Brasil mostrou que 56% acreditam que o isolamento social permitiu conhecer melhor o seu crush. Além disso, 75% perceberam que o contexto os possibilitou se aprofundar em assuntos importantes”, conta Ravinet.

“Durante o isolamento, recebemos muitas mensagens positivas de usuários, falando que o app os ajudou a aliviar a solidão e o distanciamento social. E ficamos muito contentes em ter contribuído dessa forma. Nestes tempos complicados, nossa missão é ajudar a proteger o vínculo social e também os novos romances, mesmo que apenas de maneira digital”, complementa. David Vermeulen, do The Inner Circle, também nota que a pandemia fez com que as pessoas pensem mais sobre o que procuram em uma relação e as pessoas estão mais abertas a relacionamentos de longo prazo.

O Par Perfeito acredita que o hábito de procurar por conexões em aplicativos de relacionamento pode perdurar após as medidas de distanciamento social serem flexibilizadas ou encerradas. Por mês, a plataforma registra uma média de 500 mil novos cadastros. São cerca de duas mil histórias que começam a cada mês, pontua Mariana Frensel. “A pandemia só acelerou um movimento que era natural, as pessoas usam, cada vez mais, esse meio para serem mais assertivas na escolha de um par”, coloca.

O The Inner Circle aponta que em cidades e países que já estão se livrando de medidas de restrição há um aumento no número de pessoas se cadastrando e se tornando ativas no ambiente. Por outro lado, a empresa indica que muitos podem não ver sentido em entrar em aplicativos no momento por terem sidos afetados financeiramente pela pandemia.

“É preciso que continuemos a atender às reais expectativas dos usuários. É visível que a crise atual mudará nossos hábitos e isso exige que nós, como aplicativos de relacionamento, também nos reinventemos. Precisamos criar ferramentas que permitam transmitir sensações mais próximas ao dos encontros reais”, pontua Marine Ravinet. Para garantir que os usuários ativos fiquem, nos últimos meses as empresas investiram em novas soluções. O Happn lançou a ferramenta denominada Emotions, que permite que os usuários reajam a fotos, comentários e informações de um outro perfil, indo além do clássico “gosto” ou “não gosto”. Antes disso, o app ampliou o raio de encontros de 250 metros para 90 quilômetros e a campanha Dating com Responsabilidade, que orientou os usuários sobre a importância de se manter em casa e adiar o encontro pessoal até que a situação se normalizasse.

A videochamada, adotada pelo Happn, também foi lançada como Vídeo Date no Par Perfeito. Os usuários podem usar o recurso quando encontrarem seus pares para ajudar na experiência de conhecer novas pessoas. A marca notou que, dessa forma, os usuários podem trocar sem ter que compartilhar número de telefone ou redes sociais em um ambiente seguro e monitorado por especialistas. Para divulgar a novidade, o Par Perfeito está veiculando uma campanha em TV por assinatura gravada remotamente. “O Vídeo Date veio para ficar, percebemos que a videochamada se tornou popular em todos os mercados. Agora, as pessoas querem conversar de uma forma mais próxima, olho no olho, e o vídeo ajuda muito nesse processo, antes de ir de fato para um encontro pessoal – o que só poderá acontecer quando isso for seguro de ser marcado, após o combate à pandemia”, adianta Frensel.

**Crédito da imagem no topo: Shaira Dela Peña/Unsplash

Publicidade

Compartilhe