IVC: circulação de jornais cresce 2,3%

Buscar

Mídia

Publicidade

IVC: circulação de jornais cresce 2,3%

No primeiro semestre de 2012, meio apresentou ligeiro crescimento, puxado, sobretudo, pelos títulos com preço inferior a R$ 2

Bárbara Sacchitiello
23 de julho de 2012 - 5h32

A circulação dos jornais brasileiros teve um ligeiro crescimento de 2,3% no primeiro semestre de 2012. O dado, divulgado nesta segunda-feira, 23, pelo Instituto Verificador de Circulação, mostra uma estabilidade do meio, que teve seu desempenho puxado, em partes, pela alta da circulação dos títulos mais baratos (com preço de capa inferior a R$ 2).

De acordo com o IVC, as vendas dos jornais com preço inferior a R$ 2 cresceu 2,8% no semestre enquanto os títulos que custam mais de R$ 2 tiveram um aumento de 2,3% em suas vendas. Entre os meses de janeiro e junho, a média diária de circulação de todos os jornais filiados ao instituto foi a maior da História, atingindo a marca de 4.543.755 de exemplares.

Em comparação das modalidades de venda avulsa e assinatura, o desempenho dos títulos foi parecido. As vendas por assinatura tiveram um crescimento de 2,7%, enquanto as avulsas registraram aumento de 2,6% no mesmo período.

Ao comparar esses dados do IVC de junho de 2012 com os últimos 12 meses, é possível observar um crescimento de 5,1% da circulação dos títulos populares (com preço inferior a R$ 0,99). A circulação dos jornais com preço de capa entre R$ 1 e R$ 2 teve um aumento de 2,5% nos últimos doze meses. O menor percentual de crescimento (0,8%) foi registrado na faixa dos títulos acima de R$ 2. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”