Infoglobo cria área de publicidade nativa

Buscar

Mídia

Publicidade

Infoglobo cria área de publicidade nativa

Nova área está ligada ao departamento comercial e ficará sob o comando de André Chaves, head de digital e de Felipe Goron, diretor de mercado anunciantes


19 de maio de 2015 - 9h18

A Infoglobo criou um núcleo especializado na produção de publicidade nativa. Com o nome de Estúdio Infoglobo, a nova área está ligada ao departamento comercial, sob o comando de André Chaves, head of digital, e direção de Felipe Goron.

O objetivo do setor é produzir conteúdo publicitário e curadoria para marcas, além de estabelecer o diálogo entre anunciantes e consumidores. O Estúdio Infoglobo está estabelecido em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os projetos criados terão como destino o portal XD e os meios digitais dos jornais O Globo e Extra, com possibilidade ainda de publicação no meio impresso. “Montar uma equipe multidisciplinar não é uma tarefa fácil”, conta Paula Balsinelli, jornalista responsável pela gestão da unidade. “Especialmente os jornalistas, que formam o alicerce do Estúdio Infoglobo, precisam ter um bom conhecimento de digital, inovação comercial, dados e métricas.”

O arquivo de reportagens e fotos da Agência O Globo também poderá ser utilizado nos projetos. Adidas, Gillette, Tresemmé, Leader Magazine, SESC, Firjan, Banco do Brasil e Gafisa são exemplos de clientes que já começaram a desenvolver trabalhos no Estúdio Infoglobo. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”