Cresce receita digital do New York Times

Buscar

Mídia

Publicidade

Cresce receita digital do New York Times

As assinaturas na internet tiveram alta de 13,8% no ano passado indo a US$ 192,7 milhões compensando a queda no faturamento vindo do impresso


4 de fevereiro de 2016 - 2h52

O The New York Times reportou uma receita total de US$ 1,58 bilhão em 2015, leve redução de 0,6% em relação a 2014.

A soma das assinaturas, digital e impressa, foi responsável por US$ 845,504 milhões, alta de 1%. Desse total, US$ 192,7 milhões são de assinaturas digitais que apresentaram alta de 13,8%. A meta da companhia é que, até 2020, a receita de digital seja de US$ 800 milhões.

A receita de publicidade foi de US$ 638,709 milhões, queda de 3,6%, sendo que a propaganda no ambiente digital cresceu 8,2%, enquanto que no impresso caiu 8%. Cerca de US$ 95 milhões do faturamento vieram de outras receitas como eventos, por exemplo.

Até dezembro de 2015, o jornal contabilizou 1,094 milhão de assinantes digitais. Um aumento de 53 mil assinantes em relação ao final de 2014.

"No geral, 2015 foi um ano de progresso em toda a empresa. Desde o lançamento da realidade virtual, a valorização dos produtos de publicidade móvel que lançou as bases para o crescimento digital de continuidade”, diz, no relatório, Mark Thompson, presidente e CEO da The New York Times Company.

Para o primeiro trimestre de 2016 a projeção da empresa é de um aumento nas receitas com assinaturas, enquanto a previsão é de uma queda entre 2% e 4% nas receitas publicitárias.

Números do The New York Times em 2015:

Receita Total: US$ 1,58 bilhão, sendo:
Assinaturas: US$ 845,504 milhões
Publicidade: US$ 638,709 milhões
Outros: US$ 95,002 milhões
Lucro total: US$ 136,6 milhões

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”