Em nova fase, Rock Reclame estreia na 89FM

Buscar

Mídia

Publicidade

Em nova fase, Rock Reclame estreia na 89FM

Versão radiofônica do programa de TV muda de estação e terá Arthur Veríssimo como âncora


15 de fevereiro de 2016 - 12h49

A versão radiofônica do Reclame mudou de dial. Depois de dois anos na rádio Estadão, o programa agora será transmitido pela 89FM. Rebatizado como Rock Reclame, a atração estreia na nova casa nesta terça-feira 16, às 22h.

A intenção dos produtores é que em sua nova fase o programa tenha uma linguagem mais próxima de sua versão na TV, que há nove anos é exibida no canal Multishow. “Diria que é um programa de comunicação. Falaremos muito do mercado, de publicidade, mas também de música, cinema e entretenimento”, diz Roger Garcia, diretor geral e artístico do Reclame.

Terão cadeiras fixas no Rock Reclame o novo âncora Arthur Veríssimo (que tem passagens destacadas pela própria 89FM, Revista Trip, Discovery, entre outros grandes veículos), os apresentadores Karan Novas e Vinícius Alvarez (editores de conteúdo e imagem do Reclame, respectivamente) e a locutora Marina Valsechi (que já comanda algumas atrações da 89FM).

Dois convidados especiais irão compor a bancada a cada programa. Na estreia, participarão o chairman da WMcCann Washington Olivetto e o cantor Paulo Ricardo. “Teremos sempre figuras de destaque que vão de profissionais de propaganda a músicos, atletas, atores, artistas e qualquer um que tiver uma boa história para contar”, afirma Karan Novas. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”