RedeTV aposta na área de eventos

Buscar

Mídia

Publicidade

RedeTV aposta na área de eventos

Emissora paulista dá início, nesta terça-feira, 23, a ciclo de palestras sobre economia


23 de fevereiro de 2016 - 8h09

Nesta terça-feira, 23, a RedeTV inicia um ciclo de palestras sobre o “Rumo da Economia – Retomada do Crescimento”.

A primeira etapa do projeto será realizada em São Paulo, mas deve percorrer o País nos próximos meses. Com as conferências, a emissora pretende discutir os ajustes econômicos necessários para que o Brasil enfrente a crise e volte a crescer.

A iniciativa terá a participação de especialistas, como o ex-ministro Delfim Netto e o economista e diretor presidente do Insper Marcos Lisboa, que mostrarão soluções a partir do empreendedorismo e da economia criativa e contará ainda com o patrocínio da Petrobrás.

O evento também marca a entrada da RedeTV neste mercado, uma tentativa de buscar receita para reverter os prejuízos causados pela retração do mercado publicitário. “Nossa avaliação é que se trata de um mercado crescente, visto, por exemplo, o sucesso dos eventos realizados pelo Grupo Doria e pelo Lide”, diz Alexandre Raposo, vice-presidente comercial.

A expectativa da emissora é de realizar 15 eventos este ano. Além de São Paulo, Belo Horizonte já tem data para receber a iniciativa, em 08 de março. As palestras são abertas ao público e gratuitas. A RedeTV também transmitirá, ao vivo, os seminários em seu portal.
 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”