Empreendedor digital: como tirar o melhor do Stories

Buscar

Mídia

Publicidade

Empreendedor digital: como tirar o melhor do Stories

Levantamento da mLabs mostra que produções enxutas e criativas, foco em interação e disciplina nas publicações contribuem para aumentar engajamento

Luiz Gustavo Pacete
28 de março de 2018 - 11h00

 

Já utilizado por grandes marcas, como a Ford, o Stories vem agregando cada vez mais ferramentas voltadas aos PMEs

Diariamente, mais de 300 milhões de usuários dos 800 milhões ativos no Instagram, postam Stories dentro da plataforma. Ainda de acordo com a rede, 80% de todos os usuários seguem algum tipo de perfil comercial. E as estratégias de empresas dentro do Instagram no Brasil tendem a ser ampliadas já que, na semana passada, a plataforma lançou no Brasil a “função comprar” que permite taguear produtos em fotos e publicações. Além da função anterior, que já permitia inserir links em stories de contas comerciais.

Um levantamento da plataforma de monitoramento mLabs, a pedido de Meio & Mensagem, mostra que o potencial de alcance orgânico do Instagram é forte se comparado a outras redes sociais. Ainda de acordo com o estudo, a função mescla elementos como interação e escassez o que aumenta o potencial de engajamento. A mLabs analisou mais de 700 mil Stories postadas por cerca de 11 mil perfis comerciais e quase 2 mil perfis pessoais no Instagram, de dezembro de 2017 a fevereiro de 2018.

Dentre as conclusões, está o fato de que o estudo apresentado mostra que, exceto para perfis pessoais com mais de 500 mil seguidores, contas comerciais têm um número de visualizações de Stories expressivamente maior que contas pessoais. De acordo com Mariana Cabral, especialista em Inbound Marketing e SEO da mLabs, o Stories é um formato mais interativo que outros já que “para visualizar uma história, o usuário precisa de uma ação, no caso, um clique. Além disso, ele fica em posição de destaque no Instagram. ” Mariana afirma também que o sentimento de “escassez” gerado no usuário impulsiona a necessidade de conferir a publicação rapidamente.

Diego de Carli, head de social da W3haus, explica que o formato criado pelo Snapchat e popularizado pelo Instagram mostra que é possível produzir bom conteúdo de forma simples. “E por ser um formato novo e aberto às experimentações, sem muitos ‘dos & dont’s’ dentro de um canal estabelecido como é o Instagram, clientes e agências se permitiram descobrir e tentar a vocação de cada marca nesse novo espaço (e o fato de o conteúdo sumir em 24h acaba sendo um inibidor do medo de errar)”, afirma.

Com base nas constatações do estudo, Meio & Mensagem, com a curadoria da mLabs, separa algumas dicas para que o empreendedor digital tire maior proveito da plataforma:

A importância da conta empresarial
Apesar das inúmeras vantagens das contas business (como o acesso a métricas e a possibilidade de anúncios), muitas empresas ainda utilizam perfis pessoais para fazer marketing no Instagram. Se o seu objetivo é alcançar cada vez mais o seu público no canal, considere mudar para um perfil comercial.

Qual conteúdo produzir?
Além de entender que tipo de conteúdo produzir, ter esse acervo de informações sobre o público te ajudará a entender qual é a linguagem mais adequada para aquele canal, quais são os melhores horários para postar, em quais outros canais atuar.

Atenção ao horário
Se você fizer uma busca rápida pela internet, verá uma série de repostas sobre os melhores horários para postar no Instagram. Mas o fato é que não existe uma resposta única para isso. Cada empresa tem um público na rede social e cada público se comporta de maneira diferente. Justamente por isso a única forma de saber realmente qual é o melhor horário para postar no Instagram é analisando sua própria base de seguidores.

Produções criativas e sem custos
Os Stories de contas menores, com até dez mil seguidores, têm mais views. Além de provar que não é necessário investir em megaproduções audiovisuais para ter sucesso com o formato, o número prova que as Stories funcionam perfeitamente dentro do propósito para o qual foram criadas: mostrar momentos do dia a dia, seja das empresas ou das pessoas.

Interação acima de tudo
Por trás do formato há dois pólos: empresas e pessoas (ou pessoas e pessoas). Por isso, conhecer a fundo seu público é a chave do sucesso de qualquer conteúdo em qualquer canal digital, inclusive no Instagram. Saber quais assuntos interessam, quais são as dores pessoais e profissionais, quais canais esse público utiliza no dia a dia para buscar informações, quais são seus hobbies e valores é a única forma de estabelecer uma comunicação efetiva e duradoura.

Quando usar os influenciadores digitais
De acordo com a análise, perfis pessoais com mais de 500 mil seguidores têm um percentual médio de visualizações das Stories até duas vezes maior que as outras faixas analisadas. De fato, o engajamento do público com influenciadores é expressivo, e não apenas no Instagram. Para as empresas, a parceria com influenciadores do seu nicho pode representar uma possibilidade real de chegar a um público específico de forma efetiva.

Publicidade

Compartilhe