C6 Bank lança plataforma de jornalismo econômico

Buscar

Mídia

Publicidade

C6 Bank lança plataforma de jornalismo econômico

Site 6 Minutos conta com conselho editorial com nomes como Eco Moliterno, Marcelo Parada e Joyce Pascowitch


13 de agosto de 2019 - 9h15

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, é um dos primeiros entrevistados do YouTube do 6 Minutos. (Crédito: reprodução)

O C6 Bank anunciou o lançamento de uma plataforma de jornalismo econômico nessa segunda-feira, 12. O 6 Minutos pretende trazer de forma concisa os acontecimentos relevantes do mundo financeiro e ajudar o leitor a entender conceitos econômicos necessários para investimentos.

Apesar de fazer parte da mesma holding que controla o banco, a proposta do 6 Minutos é transmitir um projeto jornalístico independente da instituição financeira. Para isso, conta com um conselho editorial consultivo, que não é remunerado.

Nele, estão Adriano Silva, Facundo Guerra, Joyce Pascowitch, Marcelo Kalim, Verena Fornetti, Eco Moliterno, Marcelo Parada e o head de conteúdo do C6, Rodrigo Flores. As reportagens serão estruturadas em tópicos, com perguntas e respostas.

Além do site, o canal já conta com conteúdo no YouTube, Instagram, Newsletters e em grupos de Whatsapp. Uma das primeiras entrevistas já disponíveis é o prefeito da capital paulista, Bruno Covas. Em abril, Rodrigo afirmou ao Meio e Mensagem que o objetivo é “levar conteúdo relevante e acessível a uma população ainda pouco informada sobre investimentos, crédito e consumo consciente”.

Segundo comunicado à imprensa, todo o conteúdo publicado dentro da plataforma será gratuito.

 

*Crédito da imagem no topo: Naypong/iStock

 

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”