Twitter leva serviço de assinatura aos Estados Unidos

Buscar
Publicidade

Mídia

Twitter leva serviço de assinatura aos Estados Unidos

Lançado em junho na Austrália e Canadá, o Twitter Blue, que oferece recursos exclusivos aos assinantes, chega ao principal mercado global da plataforma


10 de novembro de 2021 - 12h19

(Crédito: Reprodução)

O Twitter está expandindo para os Estados Unidos, seu principal mercado, o Blue, modalidade de assinatura que pode representar uma nova fonte de receitas para a plataforma além da comercialização de publicidade.

Com o valor de US$ 2,99 por mês, o Twitter Blue oferece aos assinantes alguns recursos exclusivos na rede social. O serviço foi lançado em junho, como teste, e estava disponível apenas nos mercados do Canadá e Australia. Nessa terça-feira, 9, o plano passou a ser comercializado também nos Estados Unidos e na Nova Zelândia.

Aos assinantes, o Twitter Blue oferece algumas vantagens. Entre elas, está a capacidade de visualizar e alterar uma mensagem antes de ela ser publicada, além de ícones personalizados. Outras funcionalidades serão incorporadas no serviço a partir desta semana, como o acesso a notícias e conteúdo sem anúncios publicitários.

O Twitter Inc. firmou parcerias com algumas empresas jornalísticas, como USA Today, BuzzFeed e The Washington Post, em que pagará a esses publishers um valor para que, em contrapartida, eles permitam o acesso ao seu conteúdo sem publicidade. Em março, o Twitter comprou a Scroll, uma empresa de leitura de notícias sem inserções publicitárias.

Os executivos do Twitter vêm discutindo há anos a possibilidade de criar um modelo de assinatura, mas o projeto do Blues só foi finalizado neste ano. A ideia é que, com essa alternativa, as plataformas não fiquem inteiramente dependentes das receitas publicitárias, que podem ser impactadas por acontecimentos inesperados, como foi o caso da pandemia, no ano passado, além de outras alterações das políticas de privacidade da Apple. Oferecer um modelo de assinatura, portanto, poderia ser um complemento para as receitas dessas empresas.

Por enquanto, o Twitter não compartilhou nenhum resultado dessa fase inicial do Twitter Blue e nem divulgaram à imprensa informações sobre o número de assinantes nos mercados e que a plataforma já foi lançada.

Com informações da Bloomberg e do Advertising Age

Publicidade

Compartilhe

Veja também