Coca-Cola, Chase e Walmart financiam posse de Trump

Buscar
Publicidade

Últimas notícias

Coca-Cola, Chase e Walmart financiam posse de Trump

Empresas apareceram no documento oficial divulgado pelo comitê organizador

Mariana Stocco
23 de janeiro de 2017 - 11h04

melania-ball-lede

O documento do comitê inaugural do presidente Donald Trump, intitulado de “58th Presidential Inaugural Committee Underwriter Benefits, January 17 – Saturday, January 21, 2017”, apresenta todas as empresas que contribuíram financeiramente para os eventos da posse do republicano. Ao contrário da tradição, a lista com o nome das companhias só foi divulgada após o evento e não antes, como geralmente acontece.

Apesar de estar escrito que todas as empresas poderiam ter sido reconhecidas nos materiais escritos caso quisessem, aparentemente algumas delas acharam melhor permanecer anônimas.

A AT&T aparece entre as doadoras mas não especifica a quantia enviada ao comitê, de acordo com o New York Times. “Uma porta-voz da AT&T afirmou que a empresa fez uma contribuição monetária e também concordou em investir milhões de dólares para melhorar o serviço de telefonia para aqueles que estavam assistindo”, afirmou o jornal.

O comitê recebeu US$ 1 milhão da Boeing, US$ 500 mil da Chevron e US$ 100 mil da Verizon. O Walmart doou US$ 150 mil ao comitê inaugural de Trump e também patrocinou o baile de gala, de acordo com um porta-voz que falou ao The Wall Street Journal.

Também ao The Wall Street Journal, um porta-voz da Coca-Cola afirmou que “a empresa fez uma doação ao comitê inaugural de Trump que está na mesma faixa de US$ 430 mil que foi doado ao comitê de Obama em 2013”.

Os valores das doações da Deloitte, JPMorgan Chase e Bank of America não foram especificados.

Publicidade

Compartilhe

Comente