Os trends desta quarta-feira 21/02

Buscar
Publicidade

Últimas notícias

Os trends desta quarta-feira 21/02

Acusado de assédio sexual, Chairman da Guess é afastado do cargo; Neymar estreia como protagonista da campanha do café Pilão


21 de fevereiro de 2018 - 7h47

(Crédito: Reprodução)

O chairman da Guess Inc, empresa proprietária da grife Guess, renunciou ao cargo por conta de denúncias de assédio sexual. Paul Marciano foi acusado pela modelo Kate Upton e por outras quatro mulheres do universo da moda de abusos durante ensaios e editoriais de moda. O caso está sendo investigado internamente por dois comitês independentes. Marciano é cofundador da Guess e foi CEO da companhia até 2015, quando passou a ocupar os postos de chairman e chief creative officer. O executivo nega as acusações.

 

(Crédito: Divulgação)

Durante o intervalo do capítulo dessa terça-feira, 20, da novela Deus Salve o Rei, da Globo, o jogador Neymar estreou como protagonista de mais uma campanha publicitária. O atacante do PSG foi escolhido para a nova fase de comunicação do Café Pilão, que dá continuidade ao conceito “Quem Treme o Mundo”. No comercial, cenas do jogador em campo são intercaladas com Neymar tomando café, associando a bebida à força do craque. Trilha da campanha, o rap foi adaptado para o universo do futebol.

 

Nizan Guanes (Crédito: Arquivo/M&M)

Participando do 2º Encontro Folha de Jornalismo, realizado esta semana em comemoração aos 97 anos da Folha de S.Paulo, Nizan Guanaes, fundador do Grupo ABC, falou sobre a maneira como o branded content e os novos formatos publicitários estão impactando as atividades da imprensa e, também, o trabalho dos publicitários. “O consumidor não é bobo. Ele sabe diferenciar conteúdo jornalístico e anúncio”, disse Nizan. O fundador do ABC também discorreu sobre as mudanças que os novos formatos de anúncios trazem às agências e disse que, caso essas transformações acabem com a função dos publicitários, os profissionais “renascerão com outro corpo”.

 

(Crédito: Reprodução)

O Twitter demonstrou maior preocupação com os conteúdos que podem estimular suicídio ou práticas de automutilação em sua plataforma. Nessa terça-feira, 20, a rede social postou, por meio de sua área de segurança, que “encorajar pessoas à cometer atos suicídios ou práticas de automutilação é contra sua política de segurança”. A rede social informou que, a partir de agora, é possível reportar posts, contas e mensagens desse teor diretamente à central de segurança da rede social.

Publicidade

Compartilhe

Comente