Brasil tem menos casas com TV paga; vídeo na internet cresce

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Brasil tem menos casas com TV paga; vídeo na internet cresce

De acordo com o IBGE, percentual de domicílios com sinal de TV por assinatura caiu entre 2016 e 2017, enquanto o uso de internet para consumo de vídeo chegou a 81% da população


20 de dezembro de 2018 - 12h58

O percentual de domicílios com sinal de TV por assinatura no Brasil sofreu uma leve queda entre 2016 e 2017, de acordo com o levantamento da pesquisa de Tecnologia da Informação e da Comunicação, do  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta quinta-feira, 20.

A pesquisa mostra que a presença de TV a cabo nos domicílios brasileiros caiu de 33,7% para 32,8 em 2017 – uma queda de 0,9% percentual. Em valores absolutos, o Brasil registrou 1,5 milhão de domicílios com TV a cabo a menos, se comparado a 2016. Também houve uma queda no número de domicílios com algum televisor no Brasil, de 97,2% para 96,6%.

 

Foto: Reprodução

Durante o período, em contrapartida, cresceu o uso de internet para consumo de filmes, séries e programas. Entre a população conectada, o percentual de pessoas que usa a internet para assistir a vídeos cresceu de 75,6% para 81,8% entre 2016 e 2017. Este crescimento tem a ver com a proliferação do acesso a plataformas de streaming, como Netflix e Youtube, e também a serviços on demand dos canais de TV.

Apesar da queda geral de domicílios com televisores, houve aumento do consumo de internet por meio de smart TVs. Entre a população que acessava a internet em 2017, 16% o faziam através de televisores conectados, e relação a 11% em 2016.

A redução do consumo de TV a cabo pode estar ligada, além das transformações nos hábitos de consumo, à crise econômica. Algumas famílias de baixa renda, por exemplo, não conseguiram fazer a susbtituição de televisores a tubo, cujo sinal analógico está  sendo desativado progressivamente.

Da população que não dispunha de serviços de TV a cabo em 2017, 55% afirmaram não assinar o serviço porque o consideram muito caro.

Além disso, parte da população pode estar substituindo a televisão pela tela do celular, que é o device mais utilizado para o acesso a internet. O número de brasileiros que utilizam o celular como meio de conexão saltou de 94% para 97% entre 2016 e 2017.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • streaming

  • Netflix

  • TV a cabo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”