Cada conto aumenta um ponto

Buscar
Publicidade

Ponto de vista

Cada conto aumenta um ponto


1 de junho de 2011 - 3h51

Certos ditos populares são tão engraçados quanto verdadeiros: fulano anda mais que notícia ruim – pessoa que anda bastante é comparada à rapidez com que uma notícia se espalha. Quanto pior for a notícia, mais rápido ela torna-se conhecida de todos, pelo menos é esta a matemática cujo resultado mostra que as pessoas têm verdadeira obsessão por comunicarem algo a alguém, principalmente se o assunto for novidade para o seu interlocutor. A sensação de importância sentida pela pessoa que conta “a coisa” pode ser a justificativa para haver uma continuidade desta onda até que se dissipe no comum, perdendo assim a força da novidade. Este boca a boca tem uma força imensurável, tem a capacidade incontestável de criar lendas que são verdadeira realidade no imaginário popular.

Em propaganda, o boca a boca é uma das grandes armas na busca da divulgação de marcas e produtos para consumidores finais, porém com a impossibilidade de estar em todas as rodas de conversa, a tv, o rádio, o jornal, a revista, enfim a mídia, paga pela verba publicitária, faz o papel do interlocutor e bota na boca do povo o nome do produto a ser lembrado na hora da compra. Acontece que diferentemente da época do homem da cobra, não é mais possível reunir uma multidão em praça pública para vender produtos e nem tão pouco, ter certeza de que o target está no horário e no programa escolhido pelo mídia, até porque as novas mídias deixaram os mídias mais perdidos que cego em tiroteio e mais por fora que pijama em lua de mel. Então o negócio é voltar ao boca a boca, já que cada conto aumenta um ponto.

Para isto é necessário um nome mais glamoroso para o boca a boca, afinal somos todos de marketing, vamos chama-lo de buzz marketing assim nossos clientes vão perceber que é tudo muito atual, pois só será possível fazer um bom buzz se por via internet. Quer coisa mais atual que isto? Buzz ou word of mouth em português podem ser traduzidos como buxixo, boca-a-boca. Portanto Buzz Marketing é focado em dar um motivo para que as pessoas falem de seus produtos e serviços, e facilitar a iniciação deste tipo de conversas.

Todas as técnicas de word of mouth marketing são baseadas em conceitos de satisfação de clientes, diálogos em duas vias, e comunicação transparente. Os elementos básicos são: – Educar pessoas sobre seus produtos e serviços, – Identificar pessoas que compartilham bastante suas opiniões, – Providenciar ferramentas para que a informação seja facilmente compartilhada, – Para estudar como, onde, e quando opiniões são compartilhadas, – Para escutar e responder a colaboradores, inimigos ou neutros.

Se conselho fosse bom, ninguém dava, aí vai uma dica de leitura: "Buzz – A Era do Marketing Viral", de Marian Salzman.

* Hélder Moraes é consultor e coordenador do curso de Propaganda e Marketing da Facamp

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Bradesco convoca cunhãs-porangas para celebrar Parintins

    Bradesco convoca cunhãs-porangas para celebrar Parintins

    Banco reúne cunhãs-porangas dos Bois Garantido e Caprichoso para serem protagonistas nas ações promovidas na festividade

  • Jogos Olímpicos: quais os atletas mais procurados pelas marcas?

    Jogos Olímpicos: quais os atletas mais procurados pelas marcas?

    Felipe Toledo, Raysa Leal e Ana Marcela são os atletas que reúnem, somados, 40 marcas patrocinadoras