Balance, tour, caminho da roça da roca.

Buscar

Balance, tour, caminho da roça da roca.

Buscar
Publicidade

Ponto de vista

Balance, tour, caminho da roça da roca.


22 de junho de 2011 - 4h51

Os homens criam movimentos naturais e espontâneos oriundos de seus próprios desejos e ou necessidades que geram verdadeiros mercados potenciais para serem explorados comercialmente. Muitos destes movimentos brotam da celebração de datas comemorativas cuja origem tem um aprofundamento cultural pouco conhecido por aqueles que a celebram.

O importante para esta população de celebrantes é a festa, ou a oportunidade de estar inserido num contexto social satisfatório para seu reconhecimento e convívio. Esta reunião de pessoas que muitas vezes torna-se multidão é um ambiente de marketing que não pode ser desprezado, veja o caso da quadrilha, (não aquela que está sendo procurada pela justiça por desvio de verba pública) aquela da festa junina.

“ A quadrilha nasceu em Paris no século XVIII. Era dança da aristocracia e dava abertura aos bailes das cortes européias e também era dançada após as colheitas em festas religiosas e casamentos. Veio para o Brasil no século XIX, na época da Regência, Galgou prestígio na sociedade brasileira e iniciava a seqüência das danças dos salões da época imperial, época em que a elite do Brasil estava voltada para a Europa, sobretudo para a França. Por essa razão a quadrilha tornou-se dança preferida, conservando, até nossos dias, a “marcação” em francês, com profundas deturpações fonéticas.

No Brasil, o povo carioca a popularizou, folclorizando-a rapidamente. Dos salões nobres, foi levada às fazendas. Hoje é dança brasileira das pessoas das cidades e dos campos”. Fonte: PORTAL FOLCLORE BRASILEIRO

No Brasil, a festa junina cujo ponto alto é a quadrilha, vem ganhando mais e mais adeptos a cada ano, nos colégios, nos clubes, nas empresas. Tanto é verdade, que por falta de data no mês de junho, a festa junina também é celebrada em julho. (só no Brasil mesmo). Neste caso específico as estratégias de marketing têm de ser executadas no local, não dá para ser de forma virtual como em outras situações.

Não dá para o público sentir o cheirinho da pamonha, da canjica, nem o gostinho do pé de moleque pelas redes sociais. Este evento que há muito já virou paixão do brasileiro pode vir a ser um nicho de mercado a ser analisado. Analisando o ambiente de marketing as empresas podem obter informações e conhecer as necessidades dos consumidores.

Veja o que diz Kotler sobre o ambiente de marketing:
“O ambiente geral é formado por seis componentes: ambiente demográfico, ambiente econômico, ambiente natural (meio ambiente), ambiente tecnológico, ambiente político-legal e ambiente sócio-cultual. Esses ambientes contêm forças que podem produzir um impacto importante sobre os participantes do ambiente de tarefa. Participantes do mercado devem prestar muita as atenção nas tendências e nos acontecimentos desses ambientes e realizar ajustes oportunos em suas estratégias de marketing.” (KOTLER, 2000, p.37)

Dentre as principais atividades do profissional de marketing está a análise do contexto mercadológico, e a mobilidade das massas sinaliza uma tendência no comportamento do consumidor, que por sua vez norteia as decisões estratégicas. Estas decisões geralmente são amparadas por pesquisas de hábito de consumo.

Á la prochaine…

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Novo contrato poderá render R$ 470 milhões até o final de 2027, o que representa o maior contrato de patrocínio da história do time

  • L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    Como esforço de marketing para construção de marca, o grupo L'Oréal tem reforçado seu interesse em pautas sobre diversidade, feminismo e gênero