Missão: xixi no banho

Buscar
Publicidade

Ponto de vista

Missão: xixi no banho


20 de junho de 2011 - 12h07

Ultimamente, andamos classificando as crianças em gerações. Começamos com os “Baby Boomers”, no pós-guerra. Levaram esse nome porque o otimismo com o final da guerra foi um grande afrodisíaco e nos anos seguintes tivemos um boom de bebês por aí. Caracterizaram-se pelo otimismo, a segurança, e o sentimento de ser especial. Iniciaram a construção de um mundo novo.

Aí, a moda pegou e batizamos a geração seguinte de “X”, os nascidos a partir de meados da década de 60. Uma turminha mais cética e consumista, dedicada à consolidação das conquistas da geração anterior.

Depois, nomeamos os nascidos a partir da década de 80 de geração “Y.” Uma geração mais hedonista, decidida a aproveitar o que as anteriores construíram e viver muitas vidas, todas ao mesmo tempo. É a turma da inovação, que dá uma baita dor de cabeça para o pessoal de RH …

As crianças de hoje são da geração “Z”, a geração do milênio ou Net-Generation. Ainda é cedo para ter certeza de como serão, mas é bom lembrar que foram criados com a perspectiva de que o fim do mundo está próximo e é quase inevitável. É bastante possível que demonstrem, quando adultos, uma certa tendência depressiva e fatalista. Mas os psicanalistas e os anti-depressivos estão aí para isso…

A questão é que, havendo acabado o alfabeto temos, aqui e agora, a oportunidade e a responsabilidade de pensar nas mensagems que daremos para a geração que vêm aí que, como ainda não tem um nome oficial, batizei por minha conta de “Re-generation”, já que será responsáveis por recuperar os estragos feitos no planeta.
( http://www.xixinobanho.org.br)

* Flavio Ferrari está à frente da Unit 34 Consultoria Estratégica

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Vinicius Jr. se torna embaixador global da Clear

    Vinicius Jr. se torna embaixador global da Clear

    Ao lado de Haaland, jogador da seleção passa a integrar time de embaixadores e estratégia voltada ao Brasil

  • PL 1904/24: as marcas devem se posicionar sobre o assunto?

    PL 1904/24: as marcas devem se posicionar sobre o assunto?

    Proposta que visa equiparar a pena de aborto à de homicídio gera mobilização e discussões a respeito do envolvimento do setor privado na questão