Sephora lança “social-commerce”

Buscar
Publicidade

Marketing

Sephora lança “social-commerce”

Rede de produtos de beleza do grupo LVMH investiu mais de R$ 1,1 milhão no Beauty Board


19 de julho de 2016 - 10h41

Sephora_BeautyBoard_575

Nos EUA, onde foi lançada em 2014, plataforma tem mais de 100 mil usuárias; Brasil quer superar esse número (Crédito: Divulgação)

Um serviço criado nos Estados Unidos há dois anos está sendo implantado, agora, pela Sephora no Brasil. O Beauty Board é uma plataforma online, com endereço específico (http://beautyboard.sephora.com.br), na qual as consumidoras da marca podem compartilhar conteúdos, como fotos, textos e tags dos produtos utilizados em suas produções.

A plataforma é associada ao e-commerce da Sephora, assim, quem gostar de algum item em especial, já será direcionado à loja online. O Beauty Board também pode ser acessado por um aplicativo disponível para os sistemas Android e iOS. Fabio Pereira, diretor de e-commerce da Sephora, ressalta como pontos fortes da iniciativa o fato de poder transformar conteúdo em vendas e conhecer melhor as consumidoras da marca, já que são elas produzindo conteúdos, de acordo com suas preferências.

Segundo o executivo, a Sephora (que faz parte do grupo LVMH) investiu mais de R$ 1 milhão na plataforma, que tem mais de 100 mil usuárias nos EUA. “Nossa expectativa, para o Brasil, é exceder esse número de usuárias. Sabemos que, além da diversão, o Beauty Board é mais uma ferramenta de compra para oferecer às nossas consumidoras uma experiência online ainda melhor”, afirmou Pereira.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Coca-Cola e Marvel: collab apresenta embalagens dedicada aos fãs

    Coca-Cola e Marvel: collab apresenta embalagens dedicada aos fãs

    Com 36 ilustrações diferentes de personagens nas latas de refrigerante, os consumidores poderão ter a experiência de realidade aumentada

  • Menos da metade da geração Z consome bebidas alcoólicas

    Menos da metade da geração Z consome bebidas alcoólicas

    Estudo da MindMiners revelou que a tendência de mudança de comportamento está relacionada a fatores como falta de interesse e sabor das bebidas