Clubhouse libera acesso sem convites

Buscar
Publicidade

Mídia

Clubhouse libera acesso sem convites

Plataforma reformula o site e, a partir de agora, qualquer usuário dos sistemas iOS ou Android poderá baixar o aplicativo e entrar nas conversas


21 de julho de 2021 - 19h08

App libera acesso sem convite (Crédito: William Krause/Unsplash)

A plataforma de áudio Clubhouse anunciou nesta quarta-feira, 21, que deixa de ser apenas versão beta e libera o acesso a novos usuários sem a necessidade de convite, o que era um requisito do app até então. A empresa comunicou que o seu site foi reformulado para que os consumidores consigam acompanhar as novidades.

Com a reformulação, qualquer usuário dos sistemas iOS ou Android poderá baixar o aplicativo e entrar nas conversas, sem passar por lista de espera. Além disso, Justin “Meezy” Williams, do 21 Savage, um dos operadores mais proeminentes no cenário musical de Atlanta, será o ícone da rede durante este mês.

A plataforma, que foi lançada no ano passado, nos Estados Unidos, para trocas em áudio entre profissionais do Vale do Silício, chegou ao Brasil em meados de maio e tem mais de dez milhões de pessoas em suas comunidades.

Em solo nacional, a empresa conta com clubes bem estabelecidos e influenciadores da plataforma, além de ter protagonizado ação, junto com Nescau, para abrir conversas sobre esportes através da sala Nescau Sports Talks, com mediação de Abner Bezerra, head de marketing de Nescau e bebidas Nestlé, e com a paratleta Verônica Hipólito e ginasta Flávia Saraiva como convidadas.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Folha usa filosofia para tentar formar nova geração de leitores

    Folha usa filosofia para tentar formar nova geração de leitores

    Veículo apresenta a Coleção Pensadores para Crianças, com a proposta de apresentar a filosofia de forma mais simplificada

  • Após Disney+, Netflix também aumenta preços de assinaturas

    Após Disney+, Netflix também aumenta preços de assinaturas

    A gigante do streaming alterou valores em planos padrões, inclusive com anúncios, e o premium, dias após anúncio da rival Disney+