Facebook adquire Instagram por US$ 1 bi

Buscar

Facebook adquire Instagram por US$ 1 bi

Buscar
Publicidade

Mídia

Facebook adquire Instagram por US$ 1 bi

A maior rede social do mundo anuncia a aquisição do aplicativo que está entre os cinco mais baixados para iOS (Apple)


9 de abril de 2012 - 2h49

Com mais de 30 milhões de usuários – e sem contar o primeiro milhão de pessoas que o baixaram para Android, para o qual foi lançado agora no início deste mês, em apenas 12 horas -, o Instagram, aplicativo que está entre os cinco mais baixados para dispositivos iOS (iPad, iPhone e iPod Touch), acaba de ser adquirido pelo Facebook por aproximadamente US$ 1 bilhão, conforme anúncio feito pela própria rede. A aquisição foi feita numa combinação entre troca de ações do Facebook e dinheiro. O aplicativo Instagram para iOS foi criado em outubro de 2010. E, recentemente, formou parceria com outro app de fotos, o Hipstamatic.

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, afirmou em post na sua timeline na rede, que “está muito animado em comunicar a aquisição do Instagram para se unir ao Facebook”. Zuckerber disse que faz tempo que o Facebook trabalha para oferecer uma ótima experiência no compartilhamento de fotos e que, com a aquisição, “pode oferecer a melhor experiência para compartilhar as fotos móveis”.

O fundador do Facebook diz que, no entanto, o Instagram continuará em operação independente da rede. “Milhões de pessoas em todo o mundo amam o aplicativo Instagram e a marca associada a isso”, justifica. Mas, já antecipa que o aplicativo deve adquirir outras funcionalidades. Zuckerberg, a princípio, afirma que o fato do Instagram estar conectados a outros serviços além do Facebook é parte importante da experiência com o aplicativo. Por isso, diz, deve manter ambas as redes separadas. Pelo menos por ora.

O Facebook, que tem cerca de 850 milhões de usuários, foi o vencedor de uma batalha de 18 meses com o Google, que também queria adquirir o Instagram. A despeito do anúncio do Facebook ocorrer de forma quase surpreendente, já se sabia que o CEO do Instagram, Kevin Systrom, trabalhava na busca de investidores para levar o aplicativo a um valor de mercado de US$ 500 milhões. Desde a sua criação, há um ano e meio, o único aporte que o Instagram havia recebido, até agora, era do fundo Benchamark Capital, no valor de US$ 7 milhões. Isso ocorreu há um ano quando o app tinha apenas 1,750 milhão de usuários registrados.

A aquisição ocorre num momento em que se debate o modelo econômico e a viabilidade de aplicativos badalados como o Instagram. Apesar do sucesso de público, o aplicativo, até então, não tinha nenhum modelo gerador de receita. Com a aquisição pelo Facebook, desenha-se um cenário abrangente para o uso do Instagram dentro da arquitetura do Facebook, o que inclui usar o app como ferramenta de publicidade.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Câmara dos EUA aprova lei que pode banir TikTok do país

    Câmara dos EUA aprova lei que pode banir TikTok do país

    Medida obriga a ByteDance a vender sua participação na plataforma em um período de um ano; políticos alegam que o TikTok compartilha dados de usuários americanos com o governo chinês

  • Para Samsung, share ideal para TV conectada é 30%

    Para Samsung, share ideal para TV conectada é 30%

    No estudo Rule of 30, Samsung Ads aponta que marcas deixam de impactar metade dos consumidores quando investem em TV linear