MTV aposta em série de ficção

Buscar
Publicidade

Mídia

MTV aposta em série de ficção

Emissora exibe série adaptada de romance; formato é inédito na programação


9 de abril de 2013 - 4h32

Uma adolescente de personalidade sombria passa a se relacionar com um popular colega de escola, nasce entre ambos uma amizade atípica. Nesse ínterim, decidem testar os limites das regras sociais. Este é o resumo do enredo da mais nova aposta da MTV Brasil. Pela primeira vez nos quase 23 anos de vida, a emissora decide investir em uma série de dramaturgia. Com estreia prevista para 27 de maio, A Menina sem Qualidades foi produzida pela própria emissora em parceria com o Estúdio Quanta.

Antes disso, o programa Casal Neura, que teve duas temporadas em 2007, havia sido o flerte mais próximo do canal com uma série de ficção. Diferentemente desta, cujo elenco consistia em apresentadores da própria emissora, A Menina sem Qualidades se trata de uma grande produção, com investimento de aproximadamente R$ 3 milhões. Segundo Zico Góes, diretor de programação da MTV Brasil, a novidade é o longa-metragem de seis horas, dividido em 12 capítulos. “Queremos que tenha essa característica de novela”, afirma.

No elenco central estão dois atores com passagem pela Rede Globo: Bianca Comparato (que atuou na novela Avenida Brasil) e Rodrigo Pandolfo (que participou da trama Cheias de Charme). Outro destaque é o ator argentino Javier Drolas, que interpretou o personagem principal do filme Medianeras. Para Góes, o ineditismo não está só no formato do programa, mas também na aposta de oferecer ao público algo que não tivesse visão mercadológica. A aposta é de que a série atraia jovens adultos por conta da linguagem mais acessível.

Felipe Hirsch, diretor da série, é conhecido principalmente pelos trabalhos para teatro e cinema e tinha planos de adaptar o romance, escrito pela alemã Juli Zeh, para os palcos. O namoro de Hirsch com a MTV já vinha desde 2012, quando dirigiu o tributo à Legião Urbana. Depois de conversas com Zico Góes, surgiu a ideia de adaptar a trama para o formato da TV. “Nos apaixonamos pela história. É uma série que mexe com valores morais e éticos”, conta Zico.

O diretor comercial da emissora, Roberto Severo, conta que foram colocadas no mercado seis cotas de patrocínio convencionais e outras quatro cotas de participação. Duas cotas estariam fechadas, mas o executivo não revela os anunciantes. Além de vinhetas e comerciais de 30 segundos, a área comercial da emissora também pretende trabalhar com branded content. “Nosso público é muito crítico, por isso tivemos o cuidado de integrar o perfil do produto com o ambiente”, revela. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Anunciantes e Kantar criam novo player de medição de audiência nos EUA

    Anunciantes e Kantar criam novo player de medição de audiência nos EUA

    Chamada de Aquila, plataforma é fruto de coalização entre Associação dos Anunciantes, Kantar, Meta, Amazon e TikTok

  • Pinterest lança ferramentas de IA para criativos e performance

    Pinterest lança ferramentas de IA para criativos e performance

    Recursos estão sob guarda-chuva do Pinterest Ad Labs, novo programa de inovação da plataforma para marcas selecionadas testarem os protótipos