Série em libras entra na grade da TV Cultura

Buscar

Série em libras entra na grade da TV Cultura

Buscar
Publicidade

Mídia

Série em libras entra na grade da TV Cultura

Crisálida, que estreia no Dia Nacional do Surdo, traz à tona história de jovens com deficiência auditiva


20 de setembro de 2019 - 17h49

Crisálida é a mais nova série bilíngue — em libras e em português — da TV Cultura. Dividida em quatro episódios, a ficção, que estreia na quinta-feira, 26 de setembro — Dia Nacional do Surdo —, às 19h15, conta a história de jovens surdos que enfrentam diversos obstáculos por conta de uma sociedade adaptada apenas para os ouvintes.

Segundo Enéas Carlos Pereira, gerente de conteúdo da TV Cultura, “a exibição de Crisálida vem ao encontro dos propósitos de uma emissora pública como a nossa. Privilegiamos a questão da acessibilidade e democratização do acesso de todos os públicos ao nosso conteúdo, além de incentivarmos a produção independente no Brasil”.

 

Cena de Crisálida, da TV Cultura (crédito: divulgação)

A série é dirigida pelo Serginho Melo em uma coprodução de Arapy Produções, Raça Livre e TVi Televisão e Cinema. De acordo com Alessandra da Rosa Pinho, autora e produtora de Crisálida, o objetivo principal é divulgar a língua de sinais. “Mas, ao mesmo tempo, é uma série de entretenimento. Para que as pessoas também se divirtam assistindo. Para que elas possam assistir sem pensar: ‘Ah, o surdo é coitadinho!’. O surdo é capaz”, acrescenta.

Confira o trailer de Crisálida:

*Crédito da foto no topo: divulgação

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Levantamento da Brain investigou hábitos de consumo de redes sociais entre diversas faixas etárias; WhatsApp é o app líder entre todas as gerações

  • Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Após ter aumentado assinatura no mercado norte-americano, plataforma também terá novos valores no País a partir de setembro