Washington Post anuncia seu paywall

Buscar
Publicidade

Mídia

Washington Post anuncia seu paywall

Histórico defensor do livre acesso ao conteúdo digital, jornal reviu modelo diante da crise do setor


20 de abril de 2013 - 4h25

O Washington Post anunciou, nesta semana, que vai lançar seu sistema de assinatura paywall. Aos moldes de concorrentes como New York Times e Wall Street Journal, os leitores de seu conteúdo digital poderão acessar gratuitamente até 20 páginas, mas será cobrado a partir da 21ª.

O jornal ainda não anunciou taxas e a data oficial de lançamento.
Mas admitiu que é uma decisão histórica para o jornal, que era notório defensor do livre acesso ao conteúdo digital. Em reportagem no próprio site do Post, a publisher a Katharine Weymouth afirmou que os leitores do jornal entendem o alto custo implícito na produção de noticiário relevante. “Nosso pacote digital é valioso, e vamos pedir aos leitores que paguem por ele e ajudem a apoiar nosso noticiário, da mesma forma que vêm fazendo, há muitos anos, com a versão impressa”, disse.

Visitas às primeiras páginas do jornal e de suas seções não serão limitadas, também terão acesso livre assinantes anteriores de outros produtos. Também poderão navegar por seu conteúdo, sem restrição, estudantes, professores, gestores escolares, funcionários públicos, militares e visitantes direcionados ao Post a partir de link de outro site.

Apesar da precaução, a receita online do Post em 2012 chegou a US$ 110,6 milhões, crescendo 6% na comparação com 2011. O cálculo inclui também anúncios de outros produtos online, como a revista digital Slate. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também