Santander emenda cena de novela com break na Globo

Buscar

Comunicação

Publicidade

Santander emenda cena de novela com break na Globo

Banco usa horário nobre para apresentar a máquina “Vermelhinha”, em mensagem direcionada aos empreendedores

Bárbara Sacchitiello
27 de julho de 2017 - 19h47

O horário nobre da TV Globo terá nesta quinta-feira, 27, uma ação que une o conteúdo da emissora a uma mensagem comercial. Para apresentar ao público as vantagens da “Vermelhinha”, a máquina de cartões da Getnet, o banco Santander uniu uma ação de merchandising na trama “A Força do Querer” com um comercial que entrará no ar na sequência.

Na cena, o personagem Guto (interpretado pelo ator Antonio Carlos Santana) conversará com Zeca (personagem do ator Marco Pigossi) sobre a importância de ter a máquina para receber pagamentos com cartão em seu ônibus-balada. O personagem ainda irá descrever as facilidades para solicitar a “Vermelhinha”.

Assim que o break comercial começar, entrará no ar a nova campanha do banco, que destaca como as iniciativas empreendedoras estão se sobrepondo aos empregos formais e como a máquina da Getnet pode ajudar as pessoas nesse contexto. A locução do comercial será feita pelo próprio ator Antonio Carlos Santana, que protagonizou o merchandising. O filme foi criado pela Talent Marcel.

Essa é a segunda parte da ação elaborada pelo Santander para a trama das 21h da Globo. Na primeira etapa, o personagem Guto apareceu comentando sobre seu trabalho no banco. Agora, a proposta é integrar as ações de merchandising com a campanha publicitária. Veja o comercial:

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • A Força do Querer

  • banco

  • globo

  • merchandising

  • novela

  • santander

  • Vermelhinha

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”