Novo canal da Band leva arte ao ar

Buscar

Mídia

Publicidade

Novo canal da Band leva arte ao ar

Com programação erudita e entretenimento, Arte 1 é a aposta do grupo no momento em que a demanda por canais pagos nacionais aumenta

Bárbara Sacchitiello
6 de novembro de 2012 - 10h07

Música, Dança, Pintura, Cinema, Teatro, Fotografia e tudo aquilo que exalta as formas pelo qual o ser humano se expressa de forma artística estará contemplado no canal Arte 1, a nova investida do Grupo Bandeirantes no setor de TV por Assinatura.

Mais do que ampliar o portfólio da Newco – braço de canais pagos do grupo – o Arte 1 surge em um momento oportuno: com a implementação da nova Lei de TV paga, os canais de conteúdo nacional passaram a ser alvo das atenções das empacotadoras, que precisam deles para preencher a cota mínima de produções brasileiras exigida pela Agência Nacional de Cinema (Ancine).

Mesmo antes de entrar no ar, o canal já foi enquadrado na lista dos Canais Brasileiros de Espaço Qualificado, elaborada pela Ancine. Isso atesta que a “matéria-prima” das produções é totalmente brasileira e que isso poderá ser visto por quem está diante da telinha. “Já contamos com um grande acervo de produções nacionais para exibir. Elas serão a maior parte das atrações do canal”, conta Paulo Saad, vice-presidente do Grupo Bandeirantes.

O executivo conta que o canal deve entrar no ar – em caráter experimental – neste mês de novembro. Na semana passada foi divulgado que o canal já fechou um acordo com a Sky, garantindo a inclusão do Arte 1 em seu portfólio. Além dela, a GVT também está em fase de acertos finais para a inserção do canal de artes em seu cardápio. As negociações também prosseguem com a Net e as demais operadoras.

Premium, porém acessível

Para a Band, a missão do Arte 1 é propiciar aos brasileiros um pouco mais de conhecimento e acesso às manifestações artísticas existentes em seu próprio território. “A expressão cultural brasileira é muito diversificada e forte em todas as regiões e não somente nos grandes centros. O canal irá falar disso, tentando contemplar as mais variadas expressões de arte, como teatro, dança, música, humor, etc”, promete Saad. O executivo conta que a grande completa de programação do canal não está totalmente definida, mas adianta que as atrações devem mesclar informação e entretenimento. “Teremos, por exemplo, um programa que ensina como identificar as diferenças entre uma obra de arte verdadeira e uma falsificada”, exemplifica.

Embora tenha status de canal premium, o Arte 1 pretende se tornar atrativo para o maior número possível de pessoas. “O canal não terá uma linguagem hermética, mas não irá destituir o conteúdo artístico. Pensamos em uma linguagem equilibrada, que possa fornecer informação e ser atrativa ao público”, conta o VP. A expectativa é que o público do canal seja composto por pessoas acima de 30 anos, que tenham curiosidade ou interesse pelas artes. “Fizemos diversas pesquisas antes do lançamento e descobrimos que, fora do País, os brasileiros estão entre os que mais visitam museus e exposições estrangeiras. Isso mostra que existe, realmente, um forte interesse por essa área”, comenta Saad.

Muito do acervo do novo canal foi adquirido de produtoras independentes. A maior parte, no entanto, será proveniente de produções próprias, feitas pela equipe do canal.
 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”