>>>>LINK >>> >>>ID >>

Para mídias, esporte da Globo incrementa opções criativas

Buscar

Mídia

Publicidade

Para mídias, esporte da Globo incrementa opções criativas

Profissionais julgam positiva a ideia da emissora de liberar narradores e comentaristas para ações de merchandising e campanhas

Bárbara Sacchitiello
6 de julho de 2018 - 9h34

Felipe Andreoli, apresentador do Esporte Espetacular, da Globo e do Zona Mista, do SporTV, ao lado de Ronaldo Fenômeno, comentarista da emissora (Crédito: Marcio Iannacca/Divulgação)

O anúncio de que a Globo deve liberar seu elenco esportivo (narradores, comentaristas, jornalistas e apresentadores) para a participação em campanhas e ações publicitárias foi recebida de forma positiva pelas agências. Profissionais de mídia, responsáveis por definir os veículos em que serão exibidas as campanhas de ações, acreditam que tanto a Globo quanto os anunciantes terão muito a ganhar com a inclusão de mais nomes no rol da publicidade.

“A credibilidade e a reverberação nacional que os artistas da Globo geram continuam atingindo proporções continentais. Considerando que os principais influenciadores com escala no ambiente digital, boa parte são da TV Globo”, destaca Eduardo Ferreira, diretor de grupo de mídia da Talent Marcel. O profissional destaca também que, em tempos de desconfiança e de proliferação de fake news, conectar mensagens publicitárias a uma imagem de confiança (que os globais parecem ter), agrega um diferencial ao público.

O fato de ter, entre esse elenco esportivo, nomes do jornalismo também é visto de forma positiva pelas agências de publicidade. Para Fernando Calfat, chief media officer da REF+, a confiança inerente à figura do jornalista pode representar um trunfo interessante para a Globo. “Quando um jornalista, por exemplo, fala de uma marca, sempre há uma recepção diferente. Continuo a acreditar que, quando usamos um nome global, seja ele jornalista ou apresentador, o peso para a campanha seja diferente. Pode até parecer estranho para algumas pessoas ver jornalistas esportivos fazendo campanhas, mas creio que seja para uma minoria”, aposta o profissional da REF+.

Globais e influenciadores
Outro ponto destacado pelos profissionais de mídia é o fato de que, no cenário atual de comunicação, os artistas da Globo acabaram adquirindo uma influência que ultrapassa a telinha. Com perfis nas redes sociais e interação constante com o público, apresentadores e jornalistas acabam criando mais proximidade com as pessoas – algo que, na visão dos publicitários, pode ser positivo em campanhas e ações comerciais.

“Hoje, passou a ter mais importância o engajamento do que a pessoas ser uma celebridade da TV. Quem ganha mais vantagem é quem possui mais interação com o público e acaba sendo conhecido pelas pessoas nas redes sociais”, analisa Carla Gagliardi, vice-presidente de canais e engajamento da BETC/Havas. A profissional também destaca que as agências e anunciantes têm, diante dessa mudança de regra da Globo, a possibilidade de exercitar a criatividade. “É natural que essas pessoas tenham mais conexão com o universo esportivo, mas por que não explorá-los em campanhas e ações de marcas de outros segmentos?”, sugere.

A opinião geral dos profissionais ouvidos pela reportagem é que, independentemente de como a Globo irá desenvolver as novas soluções comerciais com o elenco esportivo, ter mais nomes de garotos-propaganda e influenciadores para oferecer como opção aos clientes é o mais importante. “Toda personalidade que tem carisma e uma legião de fãs pode ser muito útil para a estratégia de uma marca. Vejo como positiva a liberação do elenco esportivo para a publicidade pois, dessa forma, o mercado pode contar com mais recursos e opções para atingir os objetivos de suas campanhas e ações”, pontua Francisco Rosa, diretor geral de mídia da Artplan São Paulo.

Desde o final do ano passado, a Globo liberou que os narradores e comentaristas mencionem as marcas envolvidas nas transmissões esportivas e chegou a declarar que estudava formas de flexibilizar o departamento para ações comerciais. Agora, a ideia foi amadurecida por parte do Grupo e deverá passar a valer na TV aberta, Globosat e também no Globoesporte.com.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”