Brasileiros gastam quase uma hora em redes sociais no trabalho

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Brasileiros gastam quase uma hora em redes sociais no trabalho

WhatsApp, YouTube e e-mail pessoal são as ferramentas que mais distraem o funcionário das tarefas relacionadas à profissão


8 de janeiro de 2019 - 11h41

Foto: Pexels

Brasileiros gastam cerca de 51 minutos diários nas redes sociais, plataformas de streaming e sites de compra durante o período de trabalho, de acordo com um levantamento do aplicativo de produtividade Produtivo App. O estudo levou em consideração uma base de usuários de 20 mil trabalhadores, que em 2018 tiveram uma jornada de trabalho de oito horas diárias.

O WhatsApp, YouTube e e-mail pessoal foram as ferramentas que mais distraíram o funcionário das tarefas relacionadas à sua atuação profissional no período – ocupando 44%, 20% e 18% da fatia de tempo em redes sociais, respectivamente.

O levantamento mostrou ainda que os colaboradores costumam desempenhar atividades online relacionadas à sua função durante 5 horas e 12 minutos. Além disso, passam aproximadamente 1 hora e 57 minutos distantes do computador durante o dia de trabalho.

As segundas-feiras e quintas-feiras são os dias mais produtivos para os usuários do Produtivo App, com índices que chegam a 89% e 82% de rendimento, respectivamente. Já a sexta-feira é o dia menos produtivo da semana, com índice de rendimento médio de cerca de 72%.

 

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • streaming

  • youtube

  • whatsapp

  • e-mail

  • Produtividade

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”