Cinco comerciais icônicos criados por Lee Clow

Buscar

Cinco comerciais icônicos criados por Lee Clow

Buscar
Publicidade

Comunicação

Cinco comerciais icônicos criados por Lee Clow

Um dos maiores nomes da propaganda mundial, criativo anunciou sua aposentadoria


15 de fevereiro de 2019 - 6h00

Campanha “1984”, criada pela agência TBWA para a Apple (Crédito: reprodução)

“As pessoas que são loucas o suficiente para achar que podem mudar o mundo, são as que de fato, mudam.” Tal frase, que parece saída de algum oráculo, é na verdade parte do texto do comercial da Apple “1984”, um dos mais célebres filmes publicitários de todos os tempos. A mente criativa por trás da peça é o californiano Lee Clow, um dos maiores nomes da publicidade em todos os tempos. Na quinta-feira, 14, ele escreveu uma “carta de amor à publicidade” para anunciar a sua aposentadoria aos 76 anos. A data escolhida foi propositadamente o Valentine’s Day, celebrado nos Estados Unidos.

Nos últimos tempos, Clow ocupava a posição de chairman da TBWA\Media Arts Lab e diretor do Media Arts da TBWA/Wordwide. Agora ele passa a figurar apenas como um conselheiro emérito da rede que ele próprio criou para atender a Apple em 2006. O trabalho para a marca da maça foi tão simbiótico que, segundo as palavras de Steve Jobs, trabalhar com Lee foi uma das experiências mais maravilhosas de sua vida. Em 2013, o publicitário entrou para o rol de profissionais homenageados com o Leão de São Marcos, honraria entregue pelo Cannes Lions às pessoas que ajudaram a construir a história da propaganda no mundo.

Abaixo alguns dos mais famosos comerciais de sua carreira:

“1984” (Apple)

O vídeo de um minuto foi dirigido por Ridley Scott e apresentado durante o intervalo do Super Bowl XVIII. Seu slogan, “Por que 1984 não será como 1984”, faz referência ao romance distópico de George Orwell e tranquiliza os telespectadores, dizendo que a nova tecnologia da Apple seria usada para a liberdade, não para controle.

“The Crazy Ones” (Apple)

Em 1997, a Apple inaugurou o seu icônico conceito “Think different”, com o comercial “The Crazy Ones”. Com uma narrativa de manifesto, o discurso compara as pretensões e anseios da empresa de tecnologia com os de alguns dos mais famosos rebeldes do livre-pensamento da história, de John Lennon a Martin Luther King Jr. O filme também marca o retorno emblemático de Steve Jobs ao controle da companhia.

“Impossible is Nothing” (Adidas)

Em 2004, a Adidas se apropriou dos discursos potentes de empoderamento do astro do boxe Muhammad Ali para lançar o conceito ‘Impossible is Nothing’, o mais marcante da história da marca. Em sua estética, este é outro filme que apresenta uma narrativa de manifesto, e inspira as pessoas a ultrapassarem os seus limites e estabelecerem novos objetivos.

“Just Keeps Going” (Energizer)

Em 1989, a Energizer lançou o slogan e a campanha “Keep Keeps and Going”. O filme de estreia popularizou o personagem do “Coelhinho” da marca que, faça-se justiça, foi criado pela DDB, porém sem o mesmo sucesso que alcançou com a direção criativa de Lee Clow.

“Chihuahua” (Taco Bell)

A partir do filme de 1997, o pequeno chihuahua marrom com atitude chamado Gidget fez de “Yo Quiero Taco Bell ” uma frase familiar em todo o planeta. Por conta do comercial, a imagem do cãozinho se espalhou para pôsteres, camisetas e os mais diversos adereços, tornando-se uma figura presente na cultura pop americana da época.

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Humanz Brasil adquire 100% da Yaruka

    Humanz Brasil adquire 100% da Yaruka

    Empresa comandada pelo CEO Luiz Tosi compra agência de Léo Andrade, que passa a atuar como sócio e chief innovation officer da companhia

  • Na América Latina, Omnicom cresce 24,5% no segundo trimestre

    Na América Latina, Omnicom cresce 24,5% no segundo trimestre

    Globalmente, companhia que abrange redes como BBDO, DDB e TBWA tem crescimento orgânico de 5,4% no segundo trimestre