Publicidade

Ponto de vista

Tem um tempinho aí?

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


26 de abril de 2011 - 1h53

Se você está lendo este texto, provavelmente tem ou, melhor, tinha porque já começou a gastar. Ler toma tempo, e a doação de algo tão precioso quanto essa fração de vida que medimos no relógio merece um agradecimento especial. Muito obrigado, viu? Fico superlisonjeado com sua prestigiosa atenção.

Confesso que dediquei a este texto um tempo que não tinha. Foi no intervalo entre uma reunião e uma penca de problemas que me lembrei de que devia escrever algo pro blog do M&M, conclui que não teria tempo e daí o tema.

Quando lancei meus dois livros, a pergunta que mais escutei foi: onde você arranja tempo pra escrever? Também não sei. Só sei que adoro colocar ideias em forma de texto, e as coisas que nos dão prazer sempre arranjam uma maneira de furar a fila das obrigações e solicitações que nos atormentam. Escrever livremente, sem ninguém cobrando prazo ou metendo o dedo, está para um redator publicitário assim como jogar pelada está para o jogador de futebol profissional. É a hora de apenas curtir, sem as caneladas e as pressões do dia a dia. Momento de redescobrir porque a gente entrou nesse negócio.

O mesmo se aplica à leitura. Quem não gosta de ler alega não ter tempo e pronto. Quem adora ler inventa um jeito. No meu caso, tudo se resolve a jato, literalmente. Minhas muitas viagens de avião se tornaram deliciosos momentos de leitura. Assim como minhas estadias em hotéis e períodos de espera em aeroportos se transformaram em oportunidades para escrever, escrever e escrever, até que o material escrito se transforme em livro, claro que adicionando a isso o sacrifício de algumas horas de sono e boas fatias de fim de semana. Mas não me arrependo nem um pouco. Ler e escrever são algumas das melhores aplicações que se pode dar ao tempo. Porque, invariavelmente, de um jeito ou de outro, nos levam a refletir e nos enriquecem a alma. A esta altura do texto, que já está bem no finzinho, espero que você concorde.
 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Disney fala sobre desejos na campanha de fim de ano

    Disney fala sobre desejos na campanha de fim de ano

    Como parte da celebração dos 100 anos, empresa destaca a importância dos desejos e da união familiar

  • Periferia e criatividade: como funciona o projeto Crias, do WPP

    Periferia e criatividade: como funciona o projeto Crias, do WPP

    Criado pela Ogilvy e David em conjunto com a produtora musical GR6, iniciativa quer fomentar novas linguagens para marcas