Morre o empresário Abilio Diniz, aos 87 anos

Buscar

Morre o empresário Abilio Diniz, aos 87 anos

Buscar
Publicidade

Gente

Morre o empresário Abilio Diniz, aos 87 anos

Fundador do Pão de Açúcar e um dos maiores empresários do País, Diniz estava internado por conta de uma pneumonia; o executivo deixa esposa, filhos, netos e bisnetos


18 de fevereiro de 2024 - 22h19

Nota atualizada em 19/2, às 14h54

Abilio Diniz

Empresário tinha 87 e estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo (Crédito: Arthur Nobre)

Na noite deste domingo, 18, morreu Abilio Diniz, um dos principais empresários do País e ex- dono do Grupo Pão de Açúcar. Abílio tinha 87 anos e estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, há cerca de um mês, para tratar de uma pneumonia.

Em nota, a família do empresário diz que ele foi vítima de insuficiência respiratória em função de uma pneumonite. “O empresário deixa cinco filhos, esposa, netos e bisnetos, e irá ao encontro do seu filho João Paulo, falecido em 2022. Desde já, a família agradece a todas as mensagens de apoio e carinho”, diz a nota. João Paulo Diniz, citado na nota, morreu por conta de um mal súbito, aos 58 anos de idade.

Paulistano, Abilio Diniz era formado em administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). No mesmo ano em que se formou, em 1959, seu pai, Valentim Diniz, fundou a primeira loja do Pão de Açúcar, em São Paulo. O negócio localizado na Avenida Brigadeiro Luís Antônio começou como uma doceria, que evoluiu para serviço de buffet de salgados e doces.

Foi Abilio quem convenceu o pai em sedimentar a operação como supermercado. Além, disso, o empreendimento apostou no modelo de autosserviço — em que o próprio consumidor pegava os itens das prateleiras. Até então, o mais comum era pedir, do balcão, para o vendedor pegar as mercadorias desejadas.

Abilio foi responsável pela expansão do Pão de Açúcar, que em 1965 adquiriu a rede Sirva-se. Em, 1968, a companhia já contava com 64 lojas. Em 1999, o Casino obteve participação minoritária na empresa. Mais tarde, em 2005, o grupo francês passou a controlar metade do negócio, enquanto Abilio ficou com os outros 50%.

Desde 2006, ocupava a presidência do Conselho de Administração da Península Participações, que administra os negócios de família em investimentos diretos (private equity e real estate), estratégicos (participação acionária na
BRF e no Carrefour) e mercados (renda fixa e ações). Em 2014, também tornou-se membro do Conselho do Carrefour Brasil e, em 2016, do Carrefour global.

Em 2017, criou, junto de sua esposa, Geyze Marchesi Diniz, a plataforma Plenae, um hub de conteúdo dedicado a temas como bem-estar e qualidade de vida.

Negócios e vida

Em julho de 2023, Abilio Diniz concedeu uma longa entrevista ao Meio & Mensagem abordando desde a digitalização do varejo brasileiro até a reforma tributária e sobre sua então mais recente empreitada: a estreia como apresentador do programa Caminhos, que comandou na CNN Brasil.

“Há muito tempo, defini meu propósito: ser feliz, aprender e compartilhar. Estudo muito até hoje várias coisas, gestão, empreendedorismo, qualidade de vida, envelhecimento. E meu propósito é compartilhar isso com o maior número possível de pessoas”, respondeu Diniz, sobre a vontade de ainda estar sob os holofotes e na TV.

“Estávamos preparados, ano passado, para fazer um programa trazendo pessoas para trocar ideias comigo. Temos muitos seguidores no Instagram, Twitter, Facebook, e a CNN soube e nos convidou a fazer lá. O primeiro programa teve oito episódios, que iam ao ar aos domingos, o Olhares Brasileiros. Comecei a aprender a ser apresentador em televisão. No começo não foi fácil, mas foi legal e a repercussão me impressionou. Conheci ali o Kondzilla, um jovem espetacular, que tem uma história incrível. E conversei com outras pessoas, Jorge Paulo Lemann, Rubens Ometto, Gilberto Gil, Rita Lobo, Nizan Guanaes. Com eles, levamos novos conhecimentos às pessoas”, contou. O programa teve, ao todo, três temporadas.

“Vou seguir enquanto eu achar que estou fazendo o bem para as pessoas e para o meu País”, disse Diniz, na entrevista.

Repercussão

Desde a divulgação da morte do empresário, na noite de domingo, 18, e também ao longo desta segunda-feira, 19, empresas, entidades do setor corporativo e profissionais manifestaram condolências à família Diniz e destacaram a importância do empresário para os negócios do País.

O Grupo Pão de Açúcar, que por décadas foi liderado por Abilio Diniz, disse as lideranças e inovações do empresário mudaram o setor. Veja:

“Lamentamos profundamente a perda do empresário Abilio Diniz. Sua significativa contribuição para o crescimento e consolidação do varejo brasileiro é inegável, especialmente pela sua história no GPA. Sua liderança e inovações moldaram o setor, impactando positivamente a economia nacional e inspirando gerações.

Que sua memória seja honrada e seu legado continue a inspirar o empresariado no Brasil. Nossos sentimentos à família e amigos neste momento difícil.”

O Grupo Carrefour, do qual Diniz era vice-presidente do Conselho de Administração, relatou que o empresário foi mais um homem de sucesso, mas um exemplo de dedicação e amor à família, à educação, aos esportes, à saúde, à espiritualidade e ao Brasil. Veja:

“Recebemos com imensa tristeza a notícia do falecimento do nosso amigo e vice-presidente do Conselho de Administração, Abilio Diniz.

Tivemos a honra de trabalhar lado a lado com o mais respeitado e admirado empresário do varejo brasileiro, que nos incentivou a buscar sermos melhores todos os dias. Ao longo de quase uma década, Abilio empenhou sua visão e habilidade únicas no desenvolvimento e amadurecimento de nossa empresa, e o legado que ele nos deixa é inestimável.

Abilio foi mais que um empreendedor de sucesso. Foi um exemplo de dedicação e amor à família, à educação, aos esportes, à saúde, à espiritualidade e ao Brasil. Um exemplo de ser humano, que deixa para sempre seu nome e sua marca na história do nosso País.

Neste dia triste, o Grupo Carrefour Brasil, seu Conselho de Administração e seus colaboradores e colaboradoras se solidarizam com a família de Abilio, com quem estão nossos pensamentos neste momento.”

O Grupo Casas Bahia, do qual Abílio fez parte na época da Via Varejo, também publicou um comunicado homenageando o empresário, assinado pelo CEO, Roberto Franklin:

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) disse, através de seu presidente, João Galassi, que Diniz teve papel fundamental na criação da associação. Leia:

“A Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) lamenta o falecimento de Abilio Diniz, um dos empresários mais importantes do país, com uma contribuição fundamental para o desenvolvimento do varejo.

Abilio, com seu espírito empreendedor, transformou o Grupo Pão de Açúcar na maior rede varejista do País. Teve papel fundamental também na criação e fortalecimento da ABRAS, como um dos seus membros mais importantes.

A ABRAS agradece Abilio pela sua liderança e contribuição ao setor supermercadista.

A entidade presta suas condolências aos familiares e amigos deste ilustre empresário, que deixou um belíssimo exemplo de dedicação ao trabalho, à família e a toda a classe supermercadista. O nosso setor está de luto.”

A Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap) também publicou uma nota a respeito do falecimento do empresário:

“Com profundo pesar nos despedimos do visionário Abilio Diniz, fundador do Grupo Pão de Açúcar, que faleceu ontem, aos 87 anos. Sua jornada no varejo transformou o cenário empresarial brasileiro. Abilio foi um grande incentivador do mercado publicitário e deixa um legado de inovação e paixão pelos esportes. Que sua trajetória inspire futuras gerações.”

A Associação Brasileira dos Anunciantes (ABA) fez uma publicação relembrando a trajetória do empresário:

O Magazine Luiza, outra rede de varejo do País, usou as redes sociais para lamentar a perda de Abílio Diniz:

A agência Africa também fez uma homenagem ao empresário por meio de seu perfil no Instagram, citando sua participação em iniciativas de impacto social.

A Central Única das Favelas (Cufa) fez uma postagem destacando o papel de Diniz na viabilização de diversas iniciativas sociais.

Compartilhe

Veja também

  • H2 apresenta chief marketing officer

    H2 apresenta chief marketing officer

    Henrique Yamagutt liderará a área direcionada para o posicionamento institucional da marca e do H2Bet, seu site de apostas esportivas

  • Purpple nomeia business director

    Purpple nomeia business director

    Cláudia Razzé, que passará a atender a Avenue, anteriormente trabalhou na F/Nazca, Talent, Cheil e DM9