ABMN adere ao CENP

Buscar

Comunicação

Publicidade

ABMN adere ao CENP

Associação Brasileira de Marketing & Negócios atua na mediação e incentivo de boas práticas no mercado


17 de setembro de 2019 - 9h07

Caio Barsotti, presidente do Cenp (Crédito: Arthur Nobre)

A Associação Brasileira de Marketing & Negócios, ABMN, aderiu como entidade associada institucional ao Conselho Executivo das Normas-Padrão, CENP. A entidade atua na mediação e incentivo de novos conceitos e práticas de marketing e negócios do País.

Sua atuação é dividida em duas frentes: aos profissionais e na academia, contribuindo para a formação dos futuros executivos. “Sempre respeitamos e defendemos a aplicação das Normas-Padrão em benefício do mercado publicitário”, disse, em nota à imprensa, Thomaz Naves, presidente da ABMN. “Também prezamos o trabalho associativo, principalmente o de entidades que, como a ABMN e o CENP, reúnem diferentes lados para, juntos, encontrarem os melhores caminhos. Eu, que já atuei em anunciantes, agências e veículos, me sinto particularmente feliz com esta soma de forças”.

São entidades fundadoras do CENP a ABA, Abap, Abert, ABTA, Aner, ANJ, Central de Outdoor e Fenapro. Como Entidades Profissionais Aderentes, integram o CENP a ABMP, Associação Baiana do Mercado Publicitário, ABP, Associação Brasileira de Propaganda, APP Brasil, Associação dos Profissionais de Propaganda, ARP, Associação Riograndense de Propaganda, Grupo de Atendimento & Negócios, Grupo de Mídia São Paulo, Grupo de Mídia do Rio de Janeiro e Grupo de Planejamento. A Abep, Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, é entidade conveniada ao CENP.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • abmn

  • Cenp

  • Publicidade

  • mercado

  • instituições

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”