Olay, da P&G, volta ao Super Bowl com peça criada por mulheres

Buscar

Comunicação

Publicidade

Olay, da P&G, volta ao Super Bowl com peça criada por mulheres

Agência Badger & Winters, comandada por Madonna Badger, é responsável pelo segundo comercial da marca no jogo


7 de janeiro de 2020 - 16h05

*Por Jack Neff, do Advertising Age

A Olay, companhia de beleza da Procter & Gamble, retorna ao Super Bowl com uma agência diferente, a Badger & Winters, e um elenco totalmente feminino.

O comercial de 45 segundos será exibido durante o fourth quarter da transmissão da Fox em 2 de fevereiro, marcando o segundo ano consecutivo da marca no jogo. No ano passado, a Olay estreou com o anúncio #KillerSkin criado pela Saatchi & Saatch, do Publicis Groupe – principal agência do anunciante.

A Badger & Winters não é, no entanto, nova para a Olay. A agência criou a campanha #FaceAnything para a marca em 2018, algo que P&G chama de tarefa de “fluxo” ou projeto que vai além das entregas “fixas” da Saatchi. Entretanto, a tarefa de “fluxo” é um passo considerável para a notoriedade, além de ser o primeiro comercial da Badger & Winters a ser veiculado no Super Bowl.

A P&G não divulgou detalhes sobre a parte criativa da peça, além do fato de o elenco ser 100% feminino e ser uma criação da Badger & Winters, comandada por Madonna Badger, fundadora e diretora de criação, e seu sócio e marido, Jim Winters, presidente da agência.

O primeiro comercial da Olay no Super Bowl foi divulgado ano passado com a justificativa de que embora 45% dos fãs de NFL sejam mulheres, apenas 27% da publicidade veiculada no jogo traz mulheres. Escolher a Badger & Winters, liderada por mulheres, e ter um elenco totalmente feminino este ano é um esforço para “conectar-se às espectadoras de uma maneira autêntica e emocional”, afirmou a companhia em comunicado.

“Não é segredo que os anúncios do Super Bowl ainda são predominantemente focados nos homens”, disse Katie DiCarlo, líder sênior de comunicações da Olay. “Nós estamos nos esforçando para dar espaço às mulheres durante o grande jogo”.

“Somos uma agência com propósitos, dedicada a elevar os padrões de como as marcas falam com as mulheres”, Badger afirmou em comunicado. “Nosso foco feminino define quem somos no mundo – e com quem trabalhamos”.

A Badger & Winters passou a ser conhecida, em parte, por meio da campanha “Women Not Objects” (Mulheres não objetos, em tradução livre), de 2016, e foi fundamental na reforma dos critérios de julgamento do Festival Internacional de Criatividade de Cannes para desencorajar trabalhos que objetificam as mulheres.

A estreia da Olay em 2019 foi protagonizada por Sarah Michelle Gellar em uma cena de horror que homenageou seus papéis em filmes como “Pânico 2” e “Eu sei o que você fez no verão passado”.

*Tradução: Amanda Schnaider

**Crédito da imagem no topo: Reprodução NFL

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Sarah Michelle Gellar

  • PG

  • Publicis Groupe

  • procter & gamble

  • Badger & Winters

  • olay

  • saatchi

  • esporte

  • Comercial

  • Mulheres

  • anuncio

  • Empoderamento

  • NFL

  • Super Bowl 2020

  • Super Bowl LIV

  • Super Bowl Miami

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”