Profissionais do Ano reformula categorias e formato do júri

Buscar

Comunicação

Publicidade

Profissionais do Ano reformula categorias e formato do júri

Evento promovido pela Globo quer premiar integração e flexibilização, além de ter um corpo de jurados mais diverso

Renato Rogenski
28 de julho de 2020 - 16h30

Profissionais do Ano 2019: DPZ&T foi a vencedora da classe nacional na Categoria Mercado (Crédito da imagem: Eduardo Lopes)

O Profissionais do Ano, premiação publicitária promovida anualmente pela Globo, passou por uma reformulação. A principal mudança é a substituição das categorias. Antes dividido em Campanha, Institucional e Mercado, o prêmio agora vai para os mais criativos trabalhos em Filme, Campanha, Integrada, Ações de Conteúdo e, por fim, Ninguém Quarentena Sua Criatividade.

A outra modificação é no formato do júri, que agora será online e formado por profissionais com perfis mais diversos de criativos, segundo a Globo. A primeira etapa do júri está prevista para 14 de setembro e a segunda, para a semana seguinte, em 21 de setembro. Os vencedores serão anunciados na primeira quinzena de outubro, em formato ainda em definição.

De acordo com Eduardo Schaeffer, diretor de negócios integrados em publicidade da Globo, uma nova configuração para o evento já estava nos planos e era necessária para acompanhar o mercado, mas o movimento foi acelerado pela pandemia.

Abaixo a explicação da Globo para cada uma das categorias:

Filme: substitui a antiga categoria Mercado e contempla peças únicas, de veiculação nacional na TV aberta e por assinatura. A classe Nacional, conta com subcategorização em Formatos Curtos, com duração de até 29 segundos, e 30+, com duração igual ou superior a 30 segundos. Também competem nesta categoria filmes de cunho social que não se enquadrem em nenhuma das outras categorias.

Campanha: conjunto de comerciais de produto, serviço ou ideia, assinado por um mesmo anunciante, com tema e/ou outros elementos em comum. Também competem nesta categoria campanhas de cunho social que não se enquadrem em nenhuma das outras categorias.

Integrada: campanha que tenha em sua estratégia de mídia a combinação de veiculação na TV (aberta ou por assinatura) com plataformas digitais da Globo, com diferença substancial entre as peças veiculadas, respeitando as características dos meios.

Ações em Conteúdo: projetos que tenham utilizado de forma inovadora as soluções de branded content nos canais aberto e por assinatura da Globo. A categoria avalia apenas ações realizadas no conteúdo, sem relação com o intervalo comercial. Ações com entregas digitais devem ser inscritas na categoria Integrada.

Ninguém Quarentena Sua Criatividade: filme ou campanha relacionada, de forma direta, à crise do coronavírus. Podem ser inscritas tanto peças com fins comerciais quanto de cunho social.

Segundo a Globo, trabalhos da classe regional podem ser inscritos nas categorias Filme (sem subcategorização) e Campanha, com veiculação restrita às regiões Sudeste Capitais, Sudeste Interior, Norte-Nordeste, Leste-Oeste e Sul.

Para promover o início das inscrições do Prêmio Profissionais do Ano 2020, a empresa vai usar novamente como mote da campanha o  potencial transformador do talento. A estratégia de comunicação conta com filmes publicitários na TV aberta e por assinatura, peças para plataformas digitais e para os perfis de negócios da Globo no Instagram e no LinkedIn. A campanha começa a ser veiculada a partir de 29 de julho.

Crédito da imagem de topo: audioundwerbung/iStock

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • eduardo schaeffer

  • Globo

  • TV Globo

  • Profissionais do Ano

  • Publicidade

  • Campanha

  • premiacao

  • Categorias

  • reformulação

  • Troféu

  • Juri

  • pandemia