S4 cresce 42% no terceiro trimestre e mira metaverso

Buscar
Publicidade

Comunicação

S4 cresce 42% no terceiro trimestre e mira metaverso

Desempenho da receita do grupo cresce com a atuação junto a clientes como Google, Meta e Amazon


10 de novembro de 2021 - 11h36

A receita líquida da S4 Capital cresceu 42% no terceiro trimestre – na comparação com o segundo trimestre de 2021. Em relação ao terceiro trimestre de 2020, o crescimento é de 47%. Diante dos resultados, o grupo espera encerrar o ano com alta de 40%, em vez dos 25% projetados no início de 2021.

Martin Sorrell, fundador da S4Capital (Crédito: Divulgação)

Neste ano, a companhia realizou dez fusões: cinco focadas em conteúdo (Decoded Advertising, Tomorrow, Staud Studios, Jam 3 e Cashmere), quatro nas áreas de dados e mídia digital (Metric Theory, Datalicious, Racoon e Destined) e uma em serviços de tecnologia (Zemoga). No início do segundo semestre, unificou todas as suas operações sob uma única marca: Media.Monks. Antes, além da empresa de origem holandesa, a S4 tinha uma segunda marca principal, a MightyHive.

Para os próximos três anos (2022-2024), a S4 espera dobrar o crescimento com incremento anual de 25% na receita orgânica, impulsionado pela mídia digital e por indústrias em transformação.

No ano passado, a S4 desenvolveu um plano para desenvolver 20 clientes com receita anual acima de US$ 20 milhões, os quais chama de whoppers. Com essa estratégia, a empresa afirma, em seu relatório financeiro, que conseguiu ampliar a atuação nessas contas – BMW, Mondelez, Facebook e HP entre elas. A companhia também afirma que o investimento de clientes omo Meta e Netflix em áreas “empolgantes” como metaverso, NFT e transformação digital também abrem oportunidades de negócio para a S4.

A S4 também conquistou novas contas, como Hasbro, Miele, Luminar, Moncler e Audible, da Amazon.

*Crédito da imagem no topo: Divulgação

Publicidade

Compartilhe

Veja também